Weinstein enfrenta novo julgamento e pode pegar até 140 anos de prisão

43

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O ex-produtor e magnata de Hollywood Harvey Weinstein enfrentará um novo julgamento a partir desta segunda-feira (10), em Los Angeles, onde pode pegar até 140 anos de prisão se for condenado pelas quatro acusações de estupro e outras sete de assédio sexual e abuso. O produtor pretende se declarar inocente.

Ex-sócio da Miramax, responsável por produzir, entre outros, filmes de Quentin Tarantino e os vencedores do Oscar "Shakespeare Apaixonado" e "Chicago", Weinstein já cumpre pena de 23 anos de prisão após ser condenado em uma corte em Nova York.

Ao todo, Weinstein é acusado por mais de 100 mulheres, entre elas atrizes famosas como Rose McGowan, de má conduta sexual. As acusações vieram na esteira do movimento #MeToo, que levou aos tribunais nomes como Kevin Spacey e Johnny Depp.

A acusação pretende colocar em perspectiva o poder que Weinstein detinha na indústria do cinema para prometer a mulheres uma carreira de sucesso no cinema e, assim, invadir quartos de hotel ou levá-las até suas suítes. A defesa pretende alegar que muitas destas relações foram consensuais.

O julgamento tem início hoje e deve durar ao menos dois meses. As próximas duas semanas serão destinadas a escolher o júri e, a partir daí, ouvir testemunhas e as autoras das acusações.

Fonte: Notícias ao Minuto