Velório Municipal: Vergonha para Simões Filho, corpo é retirado às pressas, forro não suportou acumulo d’água

VELÓRIO MUNICIPAL: A cidade de Simões Filho, na RMS – Região Metropolitana de Salvador, e sua população estão passando por momentos de extrema decepção. Várias são as ocorrências que demonstram a falta de capacidade da atual administração, no que refere-se á prestação de serviços públicos de qualidade.

TENSÃO, DESRESPEITO, NO ADEUS

O Velório Municipal foi palco de momento de constrangimento, dor e decepção.  Hoje, 14 de Agosto, Pois, amigos e familiares, da Agente Comunitária de Saúde, Sra. Maria Janeide da Silva, falecida aos 55 anos, tiveram que retirar às pressas o caixão, que estava sendo velado, uma vez que o FORRO DO TETO, não suportou o acumulo de água, causando uma forte goteira. Diante deste fato foi necessário a retirada do corpo, com muita tensão por parte dos presentes.

A família sentiu-se, muito mal diante do acontecido. O município falhou, no momento das últimas homenagens à servidora, dedicada a mais durante 23 anos de serviços prestados aos munícipes.

Vejam, a cena absurda, no vídeo que foi encaminhado ao Redação Nacional.

Um morador, encaminhou ao Redação Nacional, um áudio onde demonstra toda sua revolta com o fato. Ainda cita pessoas da própria família, como “baba-ovo” do atual prefeito, Dinha. Trata-se de uma fala cheia de desesperança com a administração da Boa Terra Boa Gente, o cidadão cita, que os valores pagos de aluguel são absurdos. É necessário que a Secretária de Administração da PMSF, esclareça a quem cabe os serviços de manutenção se é o proprietário ou a SEINFRA/SESP/Gabinete do Prefeito…

ouçam e tirem as suas conclusões. Aperte o play

“O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos.”

Copyright © 2019, Redação Nacional. Todos os direitos reservados.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.