Vasco derrota Guarani, ultrapassa Grêmio e assume o 3º lugar da Série B

O Vasco voltou a vencer na Série B do Campeonato Brasileiro. Após duas derrotas consecutivas, o time carioca bateu o Guarani por 2 a 1 na noite desta terça-feira, em São Januário, pela 27ª rodada. De quebra, assumiu a terceira colocação.

Com o resultado, o Vasco chegou aos 45 pontos, atrás apenas de Cruzeiro (58) e Bahia (47). O Grêmio fecha o G-4, com 44. O Londrina, em quinto, tem 41. Já o Guarani é o vice-lanterna, com 26. Fora da zona de rebaixamento, o Brusque soma 28.

Entre os mais de 16 mil torcedores que estiveram em São Januário, uma presença se destacou. Janick Gers, guitarrista da banda Iron Maiden, aproveitou a estadia na capital fluminense, onde tocará na sexta-feira em mais uma edição do Rock In Rio, e foi ao estádio vascaíno para assistir ao jogo.

O Vasco foi para cima do Guarani e teve um pênalti marcado a seu favor logo aos 19 minutos, quando Alex Teixeira foi derrubado por Derlan. Nenê foi para a cobrança e mandou no fundo das redes. O time bugrino respondeu com Edson Carioca, que mandou rente ao gol de Thiago Rodrigues.

Em vantagem, o Vasco recuou e chamou o Guarani para o seu campo de defesa. Jamerson mandou a bola para dentro da área e Yuri Tanque, de cabeça, exigiu grande defesa de Thiago Rodrigues. O lance mais perigoso, no entanto, foi do time carioca. Em bela trama de contra-ataque, Nenê saiu na frente de Maurício Kozlinski e jogou para fora. O meia lamentou muito a oportunidade desperdiçada.

No segundo tempo, o Vasco voltou ainda mais ligado e precisou de segundos para ampliar. Andrey recebeu de Marlon e arriscou. Maurício rebateu nos pés de Eguinaldo, que só empurrou. No entanto, o Guarani reagiu e diminuiu aos seis. Após cobrança de escanteio de Jamerson, Anderson Conceição cabeceou contra o próprio gol.

Com o gol do Guarani, a torcida do Vasco subiu o tom. O time respondeu, fechou os espaços do rival e tomou conta do meio de campo. A equipe bugrina até ficou com a posse de bola, mas não conseguiu ameaçar o gol defendido por Thiago Rodrigues.

O Vasco foi se sentindo mais à vontade no jogo e criou ainda as melhores oportunidades. Eguinaldo mandou rente à trave. Já Fábio Gomes parou em um milagre de Maurício Kozlinski, que chegou até a ir para a área adversário nos acréscimos, porém, não impediu a derrota.

O Vasco volta a campo no sábado, às 16h30, diante do Brusque, no estádio Augusto Bauer, em Brusque (SC). No mesmo dia e horário, o Guarani recebe o Sampaio Corrêa, no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP).

FICHA TÉCNICA

VASCO 2 X 1 GUARANI

VASCO – Thiago Rodrigues; Léo Matos, Quintero, Anderson Conceição e Edimar; Yuri Lara, Andrey Santos, Marlon Gomes (Figueiredo), Nenê (Palacios) e Alex Teixeira (Gabriel Pec); Eguinaldo (Fábio Gomes). Técnico: Emílio Faro.

GUARANI – Maurício Kozlinski; Alvariño, João Victor, Derlan e Jamerson; (Mayk) Madison (Eduardo Person), Leandro Vilela, Isaque (Bruno José), Giovanni Augusto e Edson Carioca (Júnior César); Yuri Tanque (Bruno Miranda). Técnico: Mozart.

GOLS – Nenê, aos 19 minutos do primeiro tempo. Aguinaldo, ao 1 e Anderson Conceição, contra, aos seis minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)

CARTÕES AMARELOS – Andrey Santos (Vasco)

RENDA – R$ 497.130,00

PÚBLICO – 19.368 torcedores

LOCAL – Estádio São Januário, no Rio de Janeiro (RJ).

Fonte: Notícias ao Minuto

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.