Tudo Azul: Brasileiro volta aos aeroportos, e empresa cresce o numero de passagens em 120% à mais 2020

Tráfego Aéreo: A Azul divulgou nesta quinta-feira, 7, os resultados preliminares de tráfego de setembro. O tráfego de passageiros consolidado (RPKs) cresceu 120,1% ante setembro de 2020. A capacidade (ASKs), por sua vez, apresentou um salto de 122,3% na mesma base de comparação. A taxa de ocupação em relação a setembro de 2020 caiu 0,8 ponto porcentual, passando a 79,4%. Na comparação com setembro de 2019, houve recuos de, respectivamente, 10,6% e 6,2%, enquanto a taxa de ocupação caiu 3,9 pontos.

O tráfego de passageiros doméstico cresceu 125,6% em relação a setembro de 2020, enquanto a capacidade apontou uma expansão de 126,7%, resultando em uma taxa de ocupação de 80,3%, recuo de 0,4 ponto porcentual comparado com o mesmo período de 2020. Ante setembro de 2019, o tráfego doméstico registrou alta de 8,7%, com a capacidade subindo 11,1%, resultando em uma queda de 1,8 ponto na taxa de ocupação (82,1%).

Já no segmento internacional, o tráfego de passageiros cresceu 53,6% no comparativo com o mesmo mês do ano anterior, enquanto a capacidade aumentou 72,8%. Com isso, a taxa de ocupação do segmento ficou em 66,3%, indicando retração de 8,3 pontos porcentuais. Na comparação com setembro de 2019, o tráfego caiu 78,5% e a capacidade foi 71,6% menor, com taxa de ocupação de 87,7%, recuo de 21,4 pontos.

Em nota, a companhia afirmou a demanda doméstica no Brasil continua progredindo à medida que a capacidade doméstica cresceu 43% no trimestre e reiterou o otimismo com o potencial da receita nos próximos meses.

Fonte: Ascom – Azul Linha Aéreas

“O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Compromisso com a Verdade, esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos.”

 

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.