Técnico do United diz que puniu Ronaldo porque ele se recusou a entrar em campo

O técnico do Manchester United, Erik ten Hag, confirmou nesta sexta-feira que puniu Cristiano Ronaldo porque o atacante português se recusou a entrar em campo na partida contra o Tottenham, na quarta, em rodada do Campeonato Inglês. O jogador deixou o banco de reservas antes do apito final.

O treinador comentou o caso em entrevista coletiva nesta sexta. Ao ser questionado sobre se o jogador teria se recusado a entrar em campo na parte final do jogo, Ten Hag confirmou: "Sim". O técnico não deu maiores informações sobre a recusa do português, que abandonou o banco antes do fim da partida, causando polêmica e novos atritos com o United.

Ten Hag confirmou que conversou com o atacante depois do jogo. "O que conversamos vai ficar entre Cristiano e eu. Acho que o nosso comunicado foi claro", comentou o técnico holandês.

O comunicado foi divulgado na quinta, no qual a direção do United escancara o incômodo com a postura do atacante e veta sua participação na partida contra o Chelsea, sábado, no Stamford Bridge, pelo Inglês. A punição, a princípio, está ligada somente a este jogo. O clube confirmou que conta com o atleta para a sequência da temporada.

"Eu sou o responsável pela cultura (do time) e eu tenho padrões e valores e preciso controlar os jogadores", disse o técnico, ao lembrar que Cristiano Ronaldo foi reincidente na quarta. Na pré-temporada, ele havia feito o mesmo em amistoso com o Rayo Vallecano.

"Depois daquele jogo, eu disse que aquilo era inaceitável. Mas ele não foi o único. O aviso era para todos. Então, quando acontece pela segunda vez, isso tem consequências e foi o que aconteceu. Então, não teremos ele amanhã e isso será uma perda para nós e para o elenco. É uma perda, mas acho que é importante para a atitude e a mentalidade do grupo."

Na quinta-feira, Cristiano Ronaldo se manifestou sobre o caso nas redes sociais em tom de desculpa. O experiente jogador, de 37 anos, lamentou o episódio e afirmou que "às vezes, o calor do momento leva a melhor". Com a punição, o atacante passou a treinar em separado, como aconteceu nesta sexta-feira.

Os atritos entre Manchester United e o atacante começaram antes mesmo do início da atual temporada europeia. Insatisfeito no clube, Cristiano Ronaldo tinha planos de deixar o United na janela de transferências do meio do ano, em busca de um time que disputasse a Liga dos Campeões, o que não é o caso do clube inglês nesta temporada.

Uma série de rumores tomou conta da imprensa europeia nas semanas que antecederam o início do Campeonato Inglês, dando conta que o agente do jogador teria tentado transferências para clubes como Bayern de Munique, Manchester City e Atlético de Madrid, sem sucesso. O Sporting, o time onde iniciou a carreira, e um time árabe também estiveram na lista.

Cristiano Ronaldo pediu para não viajar com a delegação para os amistosos de pré-temporada, aumentando os rumores sobre sua saída. Mas, na prática, seu agente não conseguiu um destino para sua almejada transferência, fazendo com que o atacante tivesse que se contentar com o United.

Fonte: Notícias ao Minuto

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.