Simões Filho: Roberto Souza, eleito com votos da oposição, é mais um a pular e declarar apoio à administração Dinha

2259

Simões Filho: Cidade que faz parte da RMS – Região Metropolitana de Salvador, registrou na tarde de hoje, mais uma declaração de apoio, de um político eleito pela base da oposição e que, “trai” o eleitor, ao declarar-se mais um apoiador do grupo político comandado pelo Prefeito Diógenes Tolentino Oliveira – DINHA, (Sem Partido).

“Estou muito feliz por esse momento, tudo só acontece no tempo de Deus. Agradeço a Deus por tudo, ao amigo Sid Serra que me levou várias vezes para conversar com o prefeito e me deu vários conselhos. Não tem como não se render a mudança que Dinha, o prefeito que mais trabalha no Brasil, está realizando na cidade de Simões Filho. É para frente que se anda, o futuro de Simões Filho está aqui com o trabalho do prefeito Dinha, a câmara está unida em prol do povo da nossa cidade”

Os sinais eram claros, já em Dezembro201…

Em entrevista concedida ao Panorama de Notícias, em dezembro/2021, Vereador Roberto Souza, foi questionado sobre a escolha do sucessor e a possibilidade de haver um racha na base governista, que beneficiaria a oposição. Um “diplomático” Roberto Souza, amaciou o ego do prefeito Dinha ao responder… E Já era um claro indicativo, que à época já estava, em curso a mudança hoje anunciada com pompa e circunstancia… 

“Ataíde… Posso falar com bastante franqueza…? Eu Não acredito que nesse racha, eu analisando esse período todo, ai, eu acredito que Dinha tem o grupo na mão. Ele é uma “cara” muito inteligente, eu acredito que ele tem o controle do grupo, quem o prefeito determinar, eu acredito, porque ele é um “cara” muito presente ele está controlando a máquina direitinho, não acredito que vai ter essa ruptura que muitos falam, você vê pelo perfil dos que estão no grupo, na base, não tem nenhum com o perfil mais arrojado. Vão segui quem o prefeito determinar…

Já não posso dizer o mesmo do grupo de Eduardo, que está se esvaindo…

Ataíde Barbosa, fala sobre a importância da gratidão, e questiona Roberto Souza, sobre o quanto ele seria grato à Alan Castro…

Tenho muita gratidão pelo deputado Alan Castro, foi a pessoa que acreditou em mim, nem mesmo minha família, meu irmão que é vereador acreditaram… Tenho compromisso, gratidão, respeito, eu tenho essa linha comigo. Alan Castro me da sustentação, que nenhum vereador tem, vou nessa linha que acredito, não posso dar apoio à deputada Kátia Oliveira…”

ESTELIONATO ELEITORAL…?

Passados um pouco mais de 1 ano e seis meses, das eleições 2020, a sensação aos eleitores de Simões Filho a sensação é que tratou-se de um verdadeiro “Estelionato Eleitoral”, pois as “lideranças” políticas, simplesmente, deram uma “banana” aos votos recebidos, após utilizarem-se da estrutura da candidatura da oposição, visando unicamente, eleger-se, e após assumirem suas respectivas cadeiras, rasgaram quaisquer compromissos de fidelidade partidária e passaram às NEGOCIATAS.

Sem capacidade “moral” de resistir à força e apelo econômico do Poder Executivo.

É notória o apetite quase insaciável, do utilização da estrutura pública, com o uso do expediente das nomeações e benefícios que são colocados á disposições dos políticos “Pula-Pula”, com o erário municipal sendo utilizado de forma absurda para manter a sustentação da, dita, “maioria” no que convencionou-se a ser considerada pela população como a “Câmara do Amém”, onde TODOS os projetos são aprovados, sem contestações, incluindo-se às intermináveis, e caras, autorizações de contratação de crédito, empréstimos, junto ao sistema financeiro, com o objetivo de dar suporte às ditas Reformas e Requalificações.

E, ao contrario do que afirmou, durante a entrevista acima descrita, também traiu a confiança do cunhado e deputado Alan Castro que, segundo suas próprias afirmações acreditou e colocou à sua disposição uma estrutura que nenhum vereador possui… Sem falar no suporte colocado à disposição pela estrutura da coligação liderada pelo Deputado Eduardo Alencar – PSD.

Esse é o perfil dos agentes políticos, forasteiros, ou não, que encontram na cidade de Simões Filho, um terreno fértil para conseguirem alcançar o poder, e barganharem, sempre em benefício próprio, utilizando-se de um discurso populista, ancorado em ações assistencialistas, durante a campanha pregam uma posição política após eleitos concentram em decisões que só favorecem aos projetos pessoais, e os eleitores ficam, por mais 4 anos, literalmente, sem pai-nem-mãe, ou representante na Casa Legislativa, que atuem como fiscalizadores das ações do Executivo, e não simplesmente um “puxadinho” da prefeitura sobre o comando do Prefeito, Primeiro Ministro Dinha. 

Repensar, 2024, é preciso Simões Filho.

Fonte: Arquivo Panorama de Notícias – Entrevista Dez/2021.

Fotos: PN -Divulgação

“O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Compromisso com a Verdade, esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos”.