Simões Filho: Farra das gratificações o dinheiro público engorda conta dos escolhidos na, dita, Boa Terra Boa Gente…

Simões Filho, BA: Uma das cidades mais importantes da RMS – Região Metropolitana de Salvador, 7ª em arrecadação dentre os 417 municípios do Estado da Bahia, tem no comando do executivo municipal, desde 1 de janeiro de 2017, o prefeito Diógenes Tolentino Oliveira – Dinha do MDB. Mesmo sob a vigência do decreto Estadual de Calamidade pública, várias são as constatações da gestão temerária dos recursos públicos.

Dinha – MDB, chegou ao poder, após um bem elaborado plano de marketing político, Pensa Simões Filho, depois registrado como Plano de Governo, junto ao TRE-BA, após confirmada a vitória nas eleições 2016. Presente em todas as comunidades, bairros, periferia o então candidato, atual prefeito e seu grupo político apresentava soluções e prometia uma revolução administrativa em diversos setores da administração pública. Afirmava ser o único capaz de acabar com as, segundo ele, mudaria a realidade…

Passados 5 anos, o “Pensa Simões Filho”, foi transformado no slogan “Boa Terra Boa Gente”, e aumentou a ficção, entre as diversas propostas, contidas no “PENSA” e os atos e ações  implantadas por Dinha do MDB. Uma das maiores decepções refere-se aos desmandos na  EDUCAÇÃO, em 5 anos, a pasta já foi ocupada por TRÊS secretários: Prof. Manoelio Damasceno, Reginaldo Paiva e Marisa Pimentel.

Assim justifica-se o colapso, na Educação, e constatação de que não existe um Plano de Governo para a melhoria da educação no Ensino Fundamental, Médio, Superior.

Como resultado o município é  reprovado, com as sucessivas quedas nas avaliações do IDEB – Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, criado em 2007, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), formulado para medir a qualidade do aprendizado nacional e estabelecer metas para a melhoria do ensino.

BOA GENTE
Para o prefeito Diogenes Tolentino Oliveira – MDB, sua esposa e deputada Kátia Oliveira – MDB, a “quase” totalidade membros do Legislativo, que apoiam e dão CARTA BRANCA ao prefeito, para realização de sucessivas alterações no organograma da PMSF, para beneficiar àqueles que prestam apoio e trabalham desempenhando ações que, poderão, favorecer a reeleição da primeira dama, Katia Oliveira. Preparando um cenário que possa lhes favorecer nas próximas eleições, lá em 2024, quando o grupo lançará nome para suceder o atual ocupante do Executivo Municipal.
“FARRA DAS MGRATIFICAÇÕES”
Lamentavelmente, causa espanto, os fatos expostos por parte dos veículos de imprensa e, principalmente, as publicações, denúncias e Card´s publicados nas Redes Sociais, abrindo espaço de forma definitiva em  traduzir para a sociedade Simõesfilhense, a verdadeira expressão para BTBG – Boa Terra Boa Gente.
BOA TERRA
A imensa maioria da sua população é composta por trabalhadores, gente que acredita na força do trabalho diário, visando a manutenção das famílias, projetos profissionais e com esperança no futuro, a terra é fértil em produzir pessoas honestas todos Boa Gente.
BOA GENTE – PRIVILEGIADOS
As supostas lideranças políticas, são tratados à base de privilégios. Fica para os políticos profissionais, seus familiares e amigos as maiores fatias do “Bolo”, representado por altos salários e, principalmente, GRATIFICAÇÕES. No momento, a “BOA GENTE” são os privilegiados da “EDUCAÇÃO”, nomeados e parentes de vereadores recebem altos ganhos, um verdadeiro TAPA NA FACE da maioria dos servidores, Coordenadores de Grupo de Trabalho que exercem suas funções Varrendo ruas, fazendo manutenção das escolas, prédios públicos e mensamente recebem seus salários sem nenhuma compensação financeira. Prefeito Dinha do MDB, tem feito uma distribuição de renda onde dá privilégios aos seus apoiadores, esquecendo, mais uma vez de praticar a ISONOMIA que é fator preponderante no serviço público segundo a Constituição de 88.
Usar os recursos públicos para favorecer, o seleto grupo, é prática identificada em todo Brasil, vejam a farra bancada por decisões do Procurador Geral da República:
https://redacaonacional.com/procurador-geral-decisoes-de-augusto-de-aras-fazem-procuradores-receberem-mais-de-r-400-mil/
Repensar, é preciso Simões Filho, Brasil.
Nota do Redação: Os Card´s aqui expostos, são de domínio público. Publicados nas Redes Sociais – Grupos de Zap.

“O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Compromisso com a Verdade, esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos”.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.