Simões Filho, apontada como Terceira cidade mais violenta, faltam ações de políticas pública no enfrentamento à violência

A cidade de Simões Filho, na RMS – Região Metropolitana de Salvador, sexta maior economia do Estado, aparece na TERCEIRA POSIÇÃO, segundo os dados apresentados as cidades que lideram, as ocorrências de MORTE VIOLENTA, sâo: Jequié, Santo Antônio de Jesus, Simões Filho e Camaçari.

VIOLÊNCIA: O Anuário Brasileiro de Segurança Pública se baseia em informações fornecidas pelas secretarias de segurança pública estaduais, pelas polícias civis, militares e federal, entre outras fontes oficiais da Segurança Pública.

A publicação é uma ferramenta importante para a promoção da transparência e da prestação de contas na área, contribuindo para a melhoria da qualidade dos dados. Além disso, produz conhecimento, incentiva a avaliação de políticas públicas e promove o debate de novos temas na agenda do setor.

POLITICA & SEGURANÇA PÚBLICA

EFEITO BOLSONARO

Com o governo Bolsonaro e um discurso de ódio constante, a insegurança avança no Brasil. Os dados do SIM – Sistema de Informação de Mortalidade do Ministério da Saúde mostram que o país teve um aumento de 24% no número de homicídios por arma de fogo de mão em 2021. Mesmo diante de tal evidência Prefeito Dinha, apoia o movimento Direita Simões Filho, assim como vários políticos e lideranças dão apoio ao projeto de poder defendido pelo ex-presidente Jair Bolsonaro

A desigualdade social é um dos fatores que agravam quadros de violência. Os homicídios concentram-se em bairros pobres e atingem, em proporção muito maior, a população pobre. A situação é ainda mais preocupante quando se conjugam a desigualdade e o racismo.

SIMÕES FILHO

Desde a campanha de 2015, através do projeto de Marketing transformado, após eleição, em plano de governo, denominado PENSA SIMÕES FILHO, o prefeito, reeleito em 2020, apontava uma série de ações que visavam tirar a cidade do Mapa da Estatística da Violência, mesmo tendo tirado proveito de pontuais reduções, atribuindo o sucesso às ações municipais, em vários discursos, que atenderam às suas conveniências políticas, o prefeito Dinha, sempre “jogou” para a torcida, sem ter encarado de fato suas atribuições para dar a tão sonhada sensação de PAZ à sociedade Simõesfilhense. A existência de várias localidades sem iluminação pública de qualidade, transporte público municipal sucateado, compromete a Mobilidade Urbana, e expões cidadãos à constante risco.

 

Foto: Ascom/PMSF- Divulgação

MANCHETES:

http://Simões Filho: Colégio Padre Luís Palmeira, os alunos estão no “colo do capeta” faltam professores sobram violência, sexo

http://Simões Filho: Falta luz, e a ausência de Serviços Públicos é confirmada em uma mini “excursão” no CIA I

https://redacaonacional.com/post-simoes-filho-falta-infraestrutura-causa-sensacao-de-terra-arrasada-em-calamidade-publica/

http://Feminicídio: Simões Filho registra mais um vítima fatal, e as autoridades permanecem em constrangedor silêncio

https://www.midiareconcavo.com.br/policia/18695/simoes-filho-promoter-e-esfaqueada-pelo-namorado-na-frente-do-filho-crianca-pediu-socorro/

https://g1.globo.com/ba/bahia/noticia/2023/06/18/mulher-e-morta-e-familiares-fazem-protesto-em-salvador.ghtml

https://cn1.com.br/noticias/3/68093,homem-de-33-anos-e-morto-com-mais-de-dez-tiros-em-simoes-filho.html

https://simoesfilhoonline.com.br/jovem-24-anos-encontrada-morta-em-simoes-filho-estava-gravida-de-dois-meses/

Os links, acima, são a confirmação de que o discurso, oficial, não corresponde à realidade. E, por essa e muitas outras razões é que parcela da população declara, nas Redes Sociais, a intenção de mudarem para a cidade do MARKETING, local onde verdadeiramente, pode ser chamado, como a dita administração, denominada de. Boa Terra Boa Gente a realidade, nua e crua é violenta e contraria o marketing político.

ISOLAMENTO

É obrigatório, ao prefeito Diógenes Tolentino Oliveira, à Deputada e primeira Dama Kátia Oliveira, saírem do palanque e, urgentemente, abrirem diálogo com o Governo do Estado, através da Secretária de Segurança Pública, na busca de uma ação conjunta no sentido de, efetivamente, elaborar um plano de ação que contemple o direito à Segurança, um DIREITO do povo de Simões Filho, que lhe tem sido negado sistematicamente, em virtude das picuinhas político eleitoral, com sérios prejuízos à toda sociedade. Simões Filho, não merece continuar em tal isolamento político por conveniência do prefeito Dinha e seus correligionários.

Mesmo os pesquisadores tendo atribuído o aumento dos índices de violência, à ampla liberação do acesso a arma de fogo, durante o governo do ex-presidente Jair Bolsonaro, parece-nos claro que o Governo do Estado, falhou nas ações relacionadas à Segurança Pública, os governos petista, liderados por Jaques Wagner e Rui Costa, falharam e deixaram o Estado da Bahia, em posição desonrosa no quesito Segurança.

Pode-se afirmar que é uma herança “Maldita” deixada, por seus companheiros petistas,  ao governador Jerônimo Rodrigues, esses dados catastróficos confirma a falência da política pública de segurança na Bahia, e no Brasil, e requer ações integradas das esferas públicas União, Estado e  Municípios através de ações conjuntas para reestabelecer o ambiente de tranquilidade e seguranças nos municípios brasileiros.

CENSO, -3,05, em 10 anos.

Censo, 2023, Simões Filho Bahia, Região Metropolitana de Salvador, registra uma queda de -3,05% na população nos últimos 10 anos. Esse declínio populacional é resultado do alto índice de violência, da falta de geração de emprego e renda, bem como da infraestrutura e do planejamento urbano inadequados. Não é absurdo afirmar evasão populacional, coincide com o governo do prefeito Dinha, que completará em 2024, 8 anos à frente do Poder Executivo, em Simões Filho, portanto os dados divulgado pelo IBGE é retratado durante seu governo, dito, Boa Terra Boa Gente.

 

O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Compromisso com a Verdade, esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

 

Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos”.

 

 

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.