Projeto oferecido a Mbappé pelo PSG incluía saída de Neymar, diz jornal

199

A imprensa francesa revelou nesta quarta-feira mais detalhes sobre a crise na relação do Paris Saint-Germain com o atacante Kylian Mbappé, um dos principais nomes do time e do futebol mundial. Segundo o Le Parisien, o conflito entre as partes era uma "bomba relógio". Isso porque o projeto oferecido ao craque para a renovação de contrato até 2025, que incluía a saída de Neymar e a chegada de Robert Lewandowski, não foi cumprido.

De acordo com o periódico, a diretoria parisiense prometeu a contratação de um homem de área para jogar ao seu lado no ataque, com Neymar sendo negociado para não disputar posição com o francês. O nome preferido era o do artilheiro polonês Robert Lewandowski, que acabou deixando o Bayern de Munique para se transferir ao Barcelona.

A saída de Neymar teria sido um pedido expresso de Nasser Al-Khelaifi, presidente do PSG. Luis Campos, novo diretor de futebol do clube, não teria se posicionado contra. No último mês, o Le Parisien noticiou que o brasileiro havia sido oferecido ao Manchester City, que recusou o negócio. Durante boa parte da última janela de transferências, o camisa 10 teve sua continuidade na equipe em xeque. Segundo o jornal, o craque da seleção acredita que Mbappé foi quem pediu a sua saída.

O L’Équipe, por sua vez, noticiou que até mesmo o técnico Christophe Galtier está na mira de Mbappé. O atacante estaria insatisfeito com o esquema de três zagueiros e gostaria de ver o time atuando em um 4-4-2. Uma potencial saída de Mbappé poderia acarretar também no adeus do comandante, nome de confiança de Luis Campos, que também não goza de absoluto prestígio com Al-Khelaifi.

Apesar desses supostos problemas e desavenças internas, Mbappé tem um de seus melhores inícios no PSG até agora. Em 13 jogos, marcou 12 gols – uma média de 89 minutos para cada tento. Além disso, ficou fora de apenas duas partidas da equipe no ano.

Reação do PSG

Em meio aos rumores, Luis Campos se pronunciou antes do jogo com o Benfica nesta terça-feira, pela Liga dos Campeões, para negar a informação de que Mbappé planeja deixar o clube na próxima janela de transferências.

"É uma negação categórica da nossa parte. Se ele está feliz ou não, essa é uma pergunta que vocês devem fazer a ele. É uma pergunta muito pessoal. Eu vejo Kylian trabalhando. Kylian é um profissional extraordinário. Por exemplo, ele jogou mal na última partida em Reims, ele fez o esforço para o time. Vejo Kylian chegando com seus companheiros, feliz todos os dias e com uma vontade enorme de trabalhar", afirmou Campos ao Canal+.

Fonte: Notícias ao Minuto