Queda de Braço: Rui Costa desafia Bolsonaro e Transporte Intermunicipal continua proibido

8

O governador Rui Costa reafirmou a suspensão dos transportes intermunicipais na Bahia durante reunião, na manhã deste domingo (22), na Governadoria, com secretários e representantes de órgãos estaduais. “Eu quero reafirmar que, na Bahia e no Nordeste, nós vamos continuar com essas ações. Vamos inclusive entrar com uma ação para discutir a inconstitucionalidade da Medida Provisória do presidente. É preciso que o Governo Federal cuide da vida das pessoas”, afirmou. Rui também cobrou que o Governo Federal amplie o credenciamento de hospitais no SUS. “Se é para discutir a atribuição, deveria ser obrigação do Governo Federal credenciar os hospitais do SUS. Nós estamos há mais de dois anos com hospitais na Bahia funcionando sem nenhum repasse do SUS, com 100% de recursos do Estado. É preciso que o Governo Federal faça alguma coisa, se não conseguir fazer, que pelo menos não atrapalhe os estados que estão tentando salvar vidas”. Durante a reunião, segundo Rui, foi feito um check list das ações das diversas secretarias. “Estamos aqui no gabinete, neste domingo, fazendo uma reunião com toda a equipe para ver o andamento das providências de garantia de leitos hospitalares para os pacientes que vierem infectados pelo coronavírus. Já fizemos aqui a verificação de vários hospitais, vamos reativar também UPA’s no interior do estado, ou seja, nossa equipe está adotando as providências”. Participam da reunião os secretários da Saúde, Fábio Vilas-Boas; do planejamento, Walter Pinheiro; de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti; de Administração Penitenciária, Nestor Duarte; da Administração, Edelvino Góes, e outros representantes de secretarias e órgãos. “O jornalismo tem o papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro. Esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional. Mas para isso, nós precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos.” Copyright © 2019, Redação Nacional. Todos os direitos reservados.

Deixe uma Resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui