Simões FIlho: “Hospital de Simões Filho,Vai fechar …!!!” afirma morador em áudio nas redes sociais

51

Simões Filho, o sistema de saúde entra em colapso. Morador e usuário do Sistema Municipal de Saúde, compartilha nas redes sociais áudio que retrata a completa penúria da principal unidade de saúde da cidade. Segundo a denúncia, diante do quadro atual o “Hospital Municipal de Simões Filho vai fechar…!!”, em seu desabafo, consta uma mensagem para que o prefeito Dinha, tome providências, e que pare de ações que visam somente sua reeleição. O morador indignado afirma, no áudio, que o ” prefeito pegou 25 Milhões, depois aprovou mais 5 Milhões em empréstimos… Para quê…? Prefeito…! Para fazer caixa dois, ou para investir em compra de votos…?” são as perguntas feitas no áudio publicado nas redes sociais. Segundo o denunciante, em conversas com médico, recebeu informação de que os medicamentos estão acabando, o estoque é para 3 dias… OUÇAM O ÁUDIO, COM A TRISTE CONCLUSÃO… O HOSPITAL DE SIMÕES FILHO VAI FECHAR…!!! https://static.wixstatic.com/mp3/3e2424_8f9a396a41f94b0f8e37ec70cd14e792.mp3 Credito x Comprometimento arrecadação As operações de crédito é um ato administrativo de endividamento, pois irá comprometer diretamente o orçamento futuro. Diz-se que a Caixa Econômica, para aprovar o empréstimo de R$ 25.000.000,00, (Vinte Cinco Milhões de Reais), exigiu como garantia de pagamento, a arrecadação mensal da Prefeitura Municipal, ou seja, após a liberação, a Caixa Econômica fará a retenção na Conta Corrente da PMSF, do valor correspondente ao pagamento das parcelas do empréstimo. E, caso ocorra uma diminuição da arrecadação, a PMSF terá que complementar o valor retirando recursos de outras fonte de receita. Qual custo dessas operações de crédito…? Qual será o impacto dessas operações de crédito nos cofres da PMSF…? Qual o prazo de pagamento dos empréstimos e o custo mensal e total da operação de crédito…? Quanto será retirado das contas públicas, mensalmente, para pagamento das parcelas acrescida de juros…? Prefeito Dinha, quem pagará a conta… O povo da Boa Terra Boa Gente, e em quantos anos…? Ao final do mandato do prefeito Diógenes Tolentino – Dinha – MDB, Quem assumir a prefeitura terá que descascar o “abacaxi-orçamentário”, e o cenário futuro é de mais aperto no orçamento da 7 economia do estado da Bahia. NOTA DO REDAÇÃO: A reprodução, do áudio, não reflete a percepção do jornalismo do Redação Nacional, entretanto o relato desesperado do morador da cidade, serve como alerta à administração da Boa Terra Boa Gente, está claro, que a transparência e forma de condução da administração só está agradando aos beneficiados, diretamente pela gestão, seus apoiadores e os vereadores da base de governo. A população, encontra-se sem assistência e sem serviços básicos. E, aguarda respostas do governo Dinha, as perguntas, acima em negrito, são formuladas em rodas de conversa e o Redação Nacional, está amplificando-as e aguardando um pronunciamento dos responsáveis pela finanças, Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores e do Executivo. “O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro. Esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional. Mas para isso, nós precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos.” Copyright © 2019, Redação Nacional. Todos os direitos reservados.