Havan suspende contrato de trabalho de 11 mil funcionários

34

Em meio à pandemia do novo coronavírus e as restrições no funcionamento de comércios, o grupo Havan decidiu suspender o contrato de trabalho de 11 mil funcionários. O número representa cerca da metade dos colaboradores da empresa, que emprega 22 mil funcionários.

Em nota, a Havan afirmou que “foi uma das primeiras empresas a utilizar a Medida Provisória (MP) 936/2020 que permite a suspensão do contrato de trabalho por até 60 dias. “Estamos fazendo tudo que é possível para manter os empregos. É primordial que as empresas trabalhem nesse sentindo. Somente assim, conseguiremos atravessar esse período de dificuldades, mantendo os empregos e a renda dos colaboradores”, declarou o proprietário da Havan, o empresário Luciano Hang. Na prática, a suspensão do contrato de trabalho representa o pagamento de 30% do salário do empregado pela empresa e os outros 70% pelo governo com o seguro-desemprego. “O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro. Esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional. Mas para isso, nós precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos.” Copyright © 2019, Redação Nacional. Todos os direitos reservados.