Em Goiânia UTI’s: Estão lotadas para casos de Covid-19 nos hospitais da rede municipal

51

O portal da Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS), que informa a ocupação de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) para o Sistema Único de Saúde (SUS), mostrou, durante a manhã desta quarta-feira (17), que todos os leitos exclusivos para tratar casos suspeitos e confirmados de Covid-19 em hospitais públicos da capital estavam lotados. Atualizado em tempo real, o portal mostrava que havia vagas para pacientes com outras doenças. Além desses hospitais, há uma unidade particular que também está sem leitos para casos de Covid-19:

Hospital Gastro Salustiano Tem 10 vagas de UTI para Covid-19; todas ocupadas. Hospital das Clínicas
Tem 8 vagas de UTI para Covid-19; todas ocupadas. Hospital Maternidade Municipal Célia Câmara
Tem 40 vagas de UTI para Covid-19; todas ocupadas. A SMS informou que a “a busca pela contratação de mais leitos de UTI e enfermaria para tratamento de pacientes com Covid-19 é diária”. Também de acordo com a nota da pasta, “apesar da superlotação, no momento não há nenhum paciente aguardando vaga de UTI e que a desocupação é dinâmica”. Ainda de acordo com a secretaria, o município deve contratar “dezenas de leitos” nos próximos dois dias.
“[A secretaria] aproveita para alertar que é preciso que todos tenham consciência de que a forma mais eficaz de enfrentar a Covid-19, por enquanto, é o isolamento social. Caso a circulação do novo coronavírus continue como está, por mais que haja contratação, não haverá leitos suficientes para todos”.

Conforme o último balanço divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde, na terça-feira (16), Goiânia tinha mais de 3.741 casos e 94 mortes por coronavírus. No estado, já são mais de 11 mil pessoas infectadas. Hospital de Campanha em Goiânia — Foto: Reprodução/TV Anhanguera Rede Estadual

O balanço da Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO) mostra ocupação de 58,4% dos leitos reservados para casos de infecção pelo coronavírus por volta de 14h desta quarta-feira. Na Região Metropolitana, havia vagas no Hospital de Campanha, Hospital de Urgências Governador Otávio Laje de Siqueira (Hugol) e Hospital de Urgências de Trindade (Hutrin).
A Associação dos Hospitais Privados de Alta Complexidade do Estado de Goiás (Ahpaceg) também divulga a lotação em 22 dos hospitais particulares do estado. Segundo dados mais recentes, do fim da tarde de terça-feira (16), dos 100 leitos disponíveis, 66 estavam ocupados.

Aparecida de Goiânia

A Secretaria Municipal de Saúde de Aparecida de Goiânia também informou os dados de ocupação dos leitos para Covid-19 na cidade. Segundo eles, há duas unidades com vagas para este perfil de paciente: Hospital do Garavelo Tem 13 leitos para SUS, dos quais um está ocupado;
Tem 24 leitos para particular, dos quais 15 estão ocupados. Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia Tem 50 leitos para SUS, dos quais 13 estão ocupados. Fonte: G1/GO ” O jornalismo tem o papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro. Esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional. Mas para isso, nós precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos.” Copyright © 2019, Redação Nacional. Todos os direitos reservados