Após sequência de erros prefeito vistoria contenção, obra custou mais de 1,4 Milhão e o TCM, nada…

65

Simões Filho; É uma importante cidade, que integra a RMS – Região Metropolitana de Salvador, temos pautado aqui no Redação Nacional, através de matérias e editoriais a forma como os recursos municipais são aplicados. REFORMA ESCOLA ENOCK PIMENTEL – ILHA SÃO JOÃO A cronologia, de uma sucessão de erros, e má administração dos recursos públicos, teve inicio com a assinatura da ORDEM DE SERVIÇO, em 21.03.2019, com a presença de secretários, vereadores e militância política, o líder do Poder Executivo, anunciou que a referida reforma custaria aos cofre públicos, o investimento de R$ 1.400.000,00 – Hum Milhão e Quatrocentos Mil Reais. Prefeito, em um acalorado discurso afirmou… ”Essa assinatura honra mais um compromisso com a população. É mais uma ação positiva que irá refletir na vida de milhares de pessoas. É mais educação para nossa cidade, seguiremos neste ritmo, vencendo as dificuldades e transformando sonhos em realidade.” PESADELO e MEDO / CRONOLOGIA Os moradores do COPA I, vivem em situação de pânico, uma vez que após o inicio da referida reforma, foi retirada a contenção que sustentava a encosta. Devido ao período de chuva o terreno cedeu, e a prefeitura e Simões Filho, cobriu toda área com plástico, que não resolveu o problema. A rede de esgoto já foi atingida e em alguns trechos a distância para o conjunto habitacional é de menos de um metro. Foram os relatos, feitos por moradores na ocasião para as equipes de reportagens presentes no local Redação Nacional, Panorama de Notícias e TV Notícias do Povo. Já em 05.02.2020, a população da Ilha de São João – COPA I, denunciava não só a paralisação, como a destruição de uma contenção, de 30 anos, como consequência houve a movimentação de terra, causando pânico e tirando o sono dos moradores. Diógenes Tolentino, obras de contenção no bairro Ilha de São João A comunidade da Copa I, na ilha de São João, desde o inicio do problema reclamou a ausência do prefeito, DINHA, para ouvir os dramáticos relatos dos moradores, que temiam perder seus imóveis, a realização conseguida a custo de muitos esforços… SALVADOR DA PÁTRIA… Com uma mudança de postura, e já preparando-se para um novo momento político eleitoral, no último dia 22, o prefeito, e sua comitiva, incluindo o agora vereador Carlos Neto, ausente, enquanto responsável pela SEINFRA, para ouvir as reclamações, justas, da população, agora deu as caras para sair nas várias fotos, esquecendo-se, toda a comitiva de explicar, prestar contas do total dos recursos investidos, na correção da desastrosa execução da ordem de serviço da escola ENOCK PIMENTEL TOURINHO… A ferramenta principal, do jornalismo, é retratar para a sociedade os fatos, sem deixar cair no esquecimento, a sequência, os atores e autores, principalmente, quando erros, primários, trazem prejuízos financeiros para os cofres públicos. Portanto, cabe ao TCM-BA, MP-BA – Ministério Público da Bahia, publicarem os custos totais, dos recursos do município, que foram necessários para a construção desta contenção que não constava na projeto original da reforma da Escola Enock Pimentel Tourinho. FALTAM MUITAS RESPOSTAS… Quando será, de fato, entregue para população a prometida e remodelada escola… No próximo período eleitoral… A empresa que causou o problema, ira ressarcir os cofre públicos… Perguntar não ofende… ou ofende…!!!!! Fotos / REDAÇÃO NACIONAL – Vídeo – REDES SOCIAIS ” O jornalismo tem o papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro. Esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional. Mas para isso, nós precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos.” Copyright © 2019, Redação Nacional. Todos os direitos reservados