A vítima: Felipão perde quarto mata-mata em retorno ao Palmeiras

188

O técnico Luiz Felipe Scolari, do Palmeiras, não vem fazendo justiça à fama de especialista em mata-mata nesta terceira passagem pelo clube alviverde. Na noite da última quarta-feira, o treinador amargou a sua quarta eliminação em torneios desse tipo desde que retornou ao Verdão. A mais recente decepção foi pelas quartas de final da Copa do Brasil. No Beira-Rio, o Palmeiras não conseguiu sustentar a vantagem construída sobre o Internacional no jogo de ida: perdeu por 1 a 0 no tempo normal e, em seguida, foi derrotado nos pênaltis por 5 a 4 – Gustavo Gómez e Moisés desperdiçaram suas cobranças. Esta foi a segunda eliminação do Palmeiras em 2019. Em abril, pelas semifinais do Campeonato Paulista, a equipe de Felipão caiu para o São Paulo também numa disputa por pênaltis, em pleno Allianz Parque, onde o time tricolor jamais havia sequer empatado. No ano passado, quando foi contratado com a expectativa de levar o Palmeiras ao título nas competições mata-mata, Felipão foi eliminado por Cruzeiro e Boca Juniors nas semifinais da Copa do Brasil e da Copa Libertadores, respectivamente. Curiosamente, o treinador se deu bem justamente onde não se esperava. Após assumir o Palmeiras no sexto lugar do Campeonato Brasileiro, com oito pontos atrás do então líder São Paulo, Felipão promoveu um rodízio na equipe e conseguiu uma arrancada rumo ao título. O Brasileirão 2018, aliás, é o único torneio conquistado por Felipão no Palmeiras cujo formato não é o mata-mata. Os outros títulos são a Copa do Brasil (1998 e 2012), a Copa Mercosul (1998), a Copa Libertadores (1999) e o Torneio Rio-São Paulo (2000). Em entrevista coletiva, Scolari se irritou com uma pergunta sobre seu desempenho em mata-mata neste retorno ao Palmeiras: “Não vou ficar discutindo isso com vocês. Vocês que têm que criar as situações para discutir, o programa é de vocês. Eu tenho minhas situações para discutir com meus jogadores, é assunto interno. Assunto que eu posso contestar A ou B, mas é lá dentro, não com vocês. Aí vocês que criem o que quiserem”. Agora, o Palmeiras voltará as suas atenções para as disputas do Campeonato Brasileiro, do qual é o líder, e da Copa Libertadores, em que se encontra nas oitavas de final. O próximo compromisso é o duelo com o Ceará, às 19 horas (de Brasília) deste sábado, na Arena Castelão, pela 11ª rodada do torneio nacional. Depois, na terça-feira, o adversário será o Godoy Cruz, na Argentina, pela competição continental. Abaixo, veja as eliminações de Felipão nesta terceira passagem pelo Palmeiras: 2018 Copa do Brasil (Semifinais)
Palmeiras 0 x 1 Cruzeiro
Cruzeiro 1 x 1 Palmeiras Copa Libertadores (Semifinais)
Boca Juniors 2 x 0 Palmeiras
Palmeiras 2 x 2 Boca Juniors 2019 Campeonato Paulista (Semifinais)
São Paulo 0 x 0 Palmeiras
Palmeiras 0 (4) x 0 (5) São Paulo Copa do Brasil (Quartas de final)
Palmeiras 1 x 0 Internacional
Internacional 1 (5) x 0 (4) Palmeiras *Com informações GE “O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro. Esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional. Mas para isso, nós precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos.” Copyright © 2019, Redação Nacional. Todos os direitos reservados.