PGR: Augusto Aras diz que atos terroristas foram lamentáveis, a democracia é único regime possível

4030

O procurador-geral da República, Augusto Aras, afirmou nesta segunda-feira (9) que os atos terroristas na Praça dos Três Poderes no domingo (8) foram “lamentáveis”. Aras prestou solidariedade aos três poderes, que tiveram suas sedes vandalizadas, e afirmou que a democracia é o único regime possível.

Aras falou durante uma reunião convocada pelo presidente Lula com governadores de todo o país. Lula chamou o encontro para debater os atos terroristas do domingo, realizados por uma minoria de bolsonaristas radicais.

“Temos que apenas, neste momento, não só hipotecar a nossa solidariedade aos poderes constituídos, mas também declarar o nosso amor à democracia, única opção de regime político que temos. O único regime político do Brasil e que está na Constituição, mais nenhum”, disse Aras.

Aras disse ainda que o Ministério Público está mobilizado para não permitir que o episódio do domingo se repita e, por isso, vai buscar a responsabilização dos culpados.

“Não só na reparação dos danos, mas também nas penas restritivas de liberdade para ato tão torpe que é atacar a democracia”, explicou.

“O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos.”