Pensa Simões Filho mudou “Pra Cima” e após 4 anos e oito meses de gestão abóbora e frutas podres, Kit Humilhação…

Simões Filho: É uma das mais importantes cidades da RMS – Região Metropolitana de Salvador, vive  uma situação caótica. Desde 2016 é administrada pelo prefeito Diógenes Tolentino Oliveira – DINHA, MDB.

PENSA SIMÕES FILHO – 2017

Sua gestão começou em 2017, sob a promessa de proporcionar uma ruptura, um novo conceito administrativo através do plano de governo, audacioso, com promessas de grandes transformações no transporte, saúde, educação e infraestrutura os eleitores estavam fascinados, com o PENSA SIMÕES FILHO.

PENSA SIMÕES FILHO à PRA CIMA…!! – INFRAESTTRUTURA

REALIDADE:

Barranco desliza em dia de chuva forte na cidade de Simões Filho, região metropolitana de Salvador — Foto: Reprodução/TV Bahia

PENSA SIMÕES FILHO à PRA CIMA…!! – EDUCAÇÃO

REALIDADE:

A Tarde – 17.08.2019

Gestão precária explica baixo Ideb em Simões Filho

O Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia da Covid-19 no Brasil, realizado pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Rede Penssan), indica que nos últimos meses do ano passado 19 milhões de brasileiros passaram fome e mais da metade dos domicílios no país enfrentou algum grau de insegurança alimentar.PENSA SIMÕES FILHO à PRA CIMA…!! 

FOME – PANDEMIA & EDUCAÇÃO: 

Situação humilhante, vivida por diversas famílias foram expostas nas Redes Sociais, nos últimos dias. Vídeos, Fotos, acompanhados de relatos dramáticos, mães indignadas com a péssima qualidade dos produtos contidos no KIT MERENDA, distribuído pela administração, dita como  da BTBG – Boa Terra Boa Gente. Frutas, Verduras sem condições de consumo, podres. Situação que colocaram as famílias, que passam por dificuldades diante da retração do trabalho e renda em desconforto. Diante, de tamanha humilhação, só restou usar as Redes Sociais em um movimento de repúdio à administração do prefeito Dinha – MDB, a inércia do Conselho de Alimentação, responsável por fiscalizar a utilização dos recursos e a obediência à Segurança Alimentar dos alunos da Rede Municipal, indo até a Comissão de Educação da Câmara de Vereadores, que até o momento não posicionou-se sobre as denúncias.

DESABAFOS: Os pais denunciaram também que frutas como manga e a abóbora vieram estragadas.

“Falta leite, biscoitos, soja, entre outros”, disse um pai de aluno.

“Tirou o leite das crianças, soja e mucilon. Esse é o kit-merenda do prefeito Dinha para os alunos”.
Escola Péricles Reni de Souza

Mãe relatou que precisou comprar alimento para o filho do próprio bolso, já que até a batata-doce veio também estragada.

“Esse kit-merenda é uma vergonha. A prefeitura do Sr. Dinha Tolentino deveria ter vergonha de mandar isso para as crianças”, desabafou.

Vídeos: Redes Sociais

“O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos.”

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.