Palmeiras tem 98,8% de chance de título; Santos e São Paulo quase livres da queda

71

Encerrada a 31ª rodada do Brasileirão, as probabilidades de cada time na briga pelo título, acesso à Libertadores, Sul-Americana e a luta contra a Série B foram alteradas. Na parte de cima da tabela, o empate em 1 a 1 com o Atlético-GO pouco alterou as chances do Palmeiras de erguer seu 11º caneco, de acordo com estudos do departamento de matemática da UFMG. Os comandados de Abel Ferreira têm 98,8% de chance de levantar o terceiro título no ano. Principal concorrente na briga pelo Campeonato Brasileiro, o vice-líder Internacional, tem apenas 1,1%.

Entre os paulistas, o Corinthians é outro que tem motivos para comemorar. O triunfo sobre o Athletico-PR deixou o time praticamente garantida na próxima edição da Libertadores. A equipe do Parque São Jorge soma 97,8% de chance de disputar o torneio continental. A situação de São Paulo e Santos, porém, não é nada animadora no quesito. A equipe de Rogério Ceni tem apenas 2,9% de chance de retornar ao principal torneio sul-americano. Já a equipe alvinegra conta com apenas 0,8% de possibilidade. No quesito Copa Sul-Americana, as chances já são bem maiores, na casa dos 71,8% e 59,3%, respectivamente.

A goleada do Santos na Vila Belmiro sobre o lanterna Juventude não trouxe apenas as pazes com as vitórias no torneio. O resultado praticamente eliminou as chances de queda da equipe, que agora estão na casa de 0,36%. O clube gaúcho, por sua vez, está praticamente na Série B e tem 99,98% de chance de cair.

No quesito rebaixamento, apesar da insatisfação do torcedor com o futebol e os resultados apresentados até o momento, o São Paulo também quase não corre riscos com apenas 0,17% de chance de queda.

BRIGA CONTRA A DEGOLA

Com o Juventude praticamente rebaixado para a Série B 2023, restam três times a serem confirmados como rebaixados. Na briga contra o temido descenso, Avaí, Atlético-GO e Cuiabá ocupam o Z-4 no momento. A equipe catarinense soma 93% de chance de queda, os goianos 84,5% e os cuiabanos 68,6%. Na briga para não cair, os times fora da zona também tiveram alterações em suas possibilidades. O Ceará tem 33,5%, seguido de Coritiba (16,4%), Goiás (2,5) e Bragantino (1,0%).

Fonte: Notícias ao Minuto