Mais confiante, Santos visita Bragantino para ter chances de ir para Libertadores

65

Se antes lutava contra o rebaixamento, o Santos agora sonha alto no Brasileirão. Bastaram duas vitórias nos últimos quatro jogos para deixar a equipe da Vila Belmiro em situação mais tranquila na tabela, pensando até na Copa Libertadores. Para seguir com esta meta, o time santista precisa da vitória sobre o Red Bull Bragantino nesta segunda-feira, às 20 horas, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP).

O jogo será, de certa forma, um duelo direto de equipes que querem deixar em definitivo a metade inferior da tabela para sonhar com uma vaga na próxima edição da Libertadores. Isso só será possível para o Santos, que começou a rodada em 11º, e o Bragantino, em 13º, porque o G-6 do Brasileirão deve se tornar G-8 em razão da participação dos times que estão à frente nas finais da Copa do Brasil e da próxima Libertadores.

Antes do início desta 32ª rodada, o Santos estava a cinco pontos do G-8, enquanto o time de Bragança estava a sete. Os três pontos em jogo nesta segunda, portanto, são fundamentais para ambas as equipes nesta reta final do campeonato. Um tropeço, por outro lado, derrubará um dos times do "céu" ao "inferno" da preocupação com o rebaixamento.

"O foco sempre foi na parte de cima da tabela, mas o alerta para a parte de baixo sempre esteve ligado, porque sabíamos que era importante voltar a pontuar, principalmente dentro de casa. E essa vitória na última segunda dá confiança para buscarmos coisas maiores. Ainda dá para sonhar com essa vaga na Libertadores. Depende só de nós", resumiu Lucas Braga, em referência à goleada sobre o Juventude.

A seu favor, o time da Vila Belmiro tem a confiança elevada, algo raro nesta temporada, após a goleada sobre o lanterna Juventude, na rodada passada. Lucas Braga é, justamente, uma das apostas do ataque santista que, finalmente, parece encontrar sua melhor formação, tendo ainda os jovens Ângelo e Marcos Leonardo.

O técnico Orlando Ribeiro tem ainda no banco o jovem atacante boliviano Miguelito, poupado das atividades com bola no treino de sexta-feira. Mas que deve ser opção na segunda. Considerado uma joia do clube paulista, Miguelito ganhou sua primeira oportunidade no decorrer da goleada sobre o Juventude. Pode ganhar mais minutos em campo nesta segunda.

Quanto às demais posições, Orlando Ribeiro terá o retorno de Nathan para ocupar a lateral direita. Ele cumprir suspensão na rodada passada. Mas disputa posição com Madson.

Do lado do Bragantino, a situação é exatamente oposta quanto à escalação. O técnico Mauricio Barbieri sofreu uma série de desfalques nos últimos dias e está longe de contar com força máxima neste momento decisivo do Brasileirão. A última baixa aconteceu no domingo, com o meia Hyoran, que sofreu uma indisposição e nem foi relacionado para a partida.

A lista de ausentes tem também o zagueiro Léo Ortiz, o lateral-direito Andrés Hurtado, o meia Praxedes e os atacantes Alerrandro, Jan Hurtado e Gabriel Novaes, este liberado para acompanhar o nascimento de sua filha. Em compensação, o treinador terá o retorno do lateral-direito Aderlan, que cumpriu suspensão na rodada passada.

Em momento de queda de rendimento no Brasileirão, o Bragantino vem de apenas uma vitória nos últimos 11 jogos. A situação só não se tornou dramática porque a equipe de Bragança acumulou cinco empates nesta série de partidas, obtendo pontos importantes para abrir vantagem razoável sobre a zona de rebaixamento.

Fonte: Notícias ao Minuto