LUTO: Isabel Salgado, ícone do vôley, morre aos 62 anos

VOLLEY, LUTO: Atleta foi campeã mundial nas areias de Miami, em 1994, e se destacou como voz atuante no esporte; mãe dos jogadores Pedro, Maria Clara e Carol Solberg, ela estava no grupo de transição do governo Lula

Isabel Salgado, um dos ícones do vôlei brasileiro, morreu aos 62 anos, nesta quarta-feira. Pioneira do vôlei de praia, ela também fez carreira nas quadras e se notabilizou por ser uma voz atuante no esporte. Mãe dos atletas Maria Clara, Pedro e Carol Solberg, ela foi anunciada, na segunda-feira, como membro do grupo de transição do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT), junto de Ana Moser e Raí, para tratar de assuntos ligados ao Esporte.

Fábio Motta /  Estadão

Revelada pelo Flamengo, Isabel foi a primeira jogadora brasileira de vôlei a atuar na Europa, acertando com o Modena, da Itália, em 1980. Foi medalha de bronze com a seleção brasileira nos Jogos Pan-Americanos de 1979, em Porto Rico, participando ainda das Olimpíadas de 1980, em Moscou, e 1984, em Los Angeles.

Foto: Fábio Motta/Estadão

Ao encerrar a sua trajetória nas quadras, se tornou nome importante do Brasil no vôlei de praia, ficando marcada pela parceria com Jackie Silva. Porém, foi ao lado de Roseli Ana Timm que conquistou o Mundial de Vôlei de Praia, em Miami, em 1994.

Ao se aposentar das areias, trabalhou como técnica, chegando a treinar as filhas Maria Clara e Carol no vôlei de praia. Em 2016, Isabel foi escolhida como um dos nomes a carregar a tocha olímpica no Rio, sede dos Jogos naquele ano.

Ana Moser lamentou a morte de Isabel nas redes sociais. A ex-jogadora afirmou estar de luto e desejou sentimentos aos familiares pela “perda irreparável”. A conta oficial do Time Brasil também prestou condolências, classificando Isabel como “um dos maiores nomes do esporte” e “craque dentro e fora das quadras”.

Gleisi Hoffman, presidente nacional do PT, também lamentou a morte de Isabel nas redes sociais. “Muita tristeza perdermos hoje a Isabel do Vôlei. Mulher de talento, coragem e posições firmes. Contribuiu diretamente para a vitória da democracia e estava no grupo de esportes do Gabinete de Transição. Nossa solidariedade à família e a todos e todas que a admiram”, escreveu.

Lula também se manifestou após o falecimento de Isabel, exaltando a trajetória da atleta dentro e fora das quadras. “Isabel Salgado não foi apenas um símbolo para o esporte, mas também de luta na defesa de seus ideais. Seu pioneirismo no esporte abriu as portas para muitas brasileiras. Suas conquistas levaram o Brasil a outro patamar na história do vôlei feminino.”

 

 

 

Fonte: Agência Estado

 

“O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.