Lauro de Freitas: Suspeito morto pela polícia tinha saído da prisão recentemente

VIOLÊNCIA URBANA: Os dois homens que foram mortos por policiais civis em Vila Praiana, Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador, já tinham várias passagens pela polícia. Um deles era fugitivo da prisão e o outro havia saído da cadeia ontem. O caso foi na manhã desta quarta-feira (27) e foram apreendidos armas, coletes balísticos, munições e uma granada.

Policiais do Departamento Especializado de Investigações Criminais (Deic) e da Coordenação de Operações e Recursos Especiais (Core) localizaram uma área que era utilizada como esconderijo por integrantes de um grupo criminoso.

Ao chegar lá, as equipes foram recebidas a tiros, segundo a polícia. Os suspeitos em fuga voltaram a atirar contra policiais depois, em uma área de mata. Houve tiroteio e dois dos suspeitos foram baleados. Ambos chegaram a ser socorridos, mas morreram. 

Um deles foi identificado como Niraldo Cândido dos Santos Neto, de 27 anos, condenado a 14 anos de prisão e com mandado de recaptura em aberto, após fugir da penitenciária onde cumpria pena. Além de atuar no tráfico de drogas, ele já havia sido preso por roubo majorado. Por sua vez, o

Com a dupla, foram apreendidas duas pistolas calibre .380, um revólver calibre .38, uma granada, duas capas de coletes balísticos, três carregadores de pistola, munições e uma pequena quantidade de drogas.

Todo o material foi apresentado na sede do Deic, para adoção das providências cabíveis. Em seguida, os itens serão encaminhados ao Departamento de Polícia Técnica, para que passem por perícia.

Fonte: Correio 24h – Foto: Reprodução

“O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional. Compromisso com a verdade

Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos. .”

Copyright © 2019, Redação Nacional. Todos os direitos reservados

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.