Justiça acolhe denúncia e lateral Rafael Ramos vira réu em caso de racismo

O lateral-direito Rafael Ramos se tornou réu nesta quarta-feira pelo caso de racismo em jogo do Corinthians com o Internacional, em Porto Alegre, pelo Campeonato Brasileiro. O português foi acusado pelo volante de Edenílson de tê-lo chamado de "macaco".

Rafael Ramos nega que tenha proferido tal injúria racial. Uma série de perícias foram feitas em imagens do jogo no Beira-Rio e apontaram diferentes resultados.

A 14ª Vara Criminal e Juizado do Torcedor e Grandes Eventos do Foro Central da Comarca de Porto Alegre, liderada pelo juiz juiz Marco Aurélio Martins Xavier foi a responsável por acolher a denúncia do Ministério Público e tornar Rafael Ramos réu.

O juiz apontou na peça que a recepção da denúncia se dá diante das negativas nas buscas por um acordo. Essa fase do processo, porém, não estabelece culpados, apenas dá prosseguimento às investigações, juntadas de provas e oitiva de testemunhas.

O caso vem se arrastando desde o dia 14 de maio, quando as equipes se enfrentaram no Beira-Rio, pelo primeiro turno do Brasileirão – se enfrentam novamente no domingo. Naquele dia, Edenilson ficou transtornado após uma jogada com o rival e saiu reclamando que teria sido alvo de racismo. Ele informou ao árbitro que o corintiano havia dito a ele "fod*-se macaco."

Fonte: Notícias ao Minuto

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.