Joka da Farmácia, através do Instituto Lisboa torna-se um agente multiplicador de ações de Responsabilidade Social

1436

Pitanguinha: Responsabilidade Social, está tem sido a principal ferramenta utilizada pelo ativista social, Joka da Farmácia, que tem consolidado o seu trabalho social, através do Instituto Lisboa e permanece sendo a principal esperança de renovação no quadro político de Simões Filho, município que faz parte da RMS – Região Metropolitana de Salvador.

PRO FRANCINE, REFORÇO ESCOLAR

Joka, faz questão de compartilhar o trabalho do Instituto Lisboa, aos mais de 100 integrantes do Grupo, que apoiam e contribuem de forma efetiva  na efetivação do sonho, que a mais de um ano transformou-se em realidade.  Instituto Lisboa transforma-se em uma importante ferramenta no processo de inclusão e Responsabilidade Social.

Joka da Farmácia, recebeu a equipe de produção do Programa TÔ NA ÁREA, na sede do Instituto Lisboa, local onde a comunidade tem acesso à atendimento Clínico e Oftalmológico, Steep Dance, Artes Marciais, Boxe, e principalmente bancas de reforço escolar aos alunos das famílias dos bairros da Pitanguinha, Cobocó, Lobão, Largo do Saruim, Residenciais MCMV, contando com a participação e apoio de lideranças de diversos bairros da cidade, conquistando com carisma apoio e inclusão às sociais.

Ouçam a entrevista, exclusiva, concedida ao jornalista Romário dos Santos, Redação Nacional, www.redacaonacional.com – no programa TÔ NA ÁREA, Rádio Web www.seligae.com

Fonte: www.seligae.com / Redação Nacional – Fotos:  Redação Nacional e acervo pessoal

“O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Compromisso com a Verdade, esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos”.

Deixe uma Resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui