Jacarezinho, Rio de Janeiro: Secretário de Polícia, afirma que polícia foi técnica em operação que matou 25 no Rio

1730

OPERAÇÃO / JACAREZINHO – O secretário de Polícia Civil do Rio de Janeiro, Allan Turnowski, disse hoje que a operação realizada ontem no Jacarezinho, zona norte da cidade, e que resultou na morte de 25 pessoas, dentre elas um policial, foi “técnica e madura”. “O que a Polícia Civil mostrou ontem foi técnica, foi maturidade, foi profissionalismo de mostrar pra sociedade que aquele traficante que invadiu aquela casa da moradora, ele é o inimigo de toda a sociedade”, afirmou Turnowski. Para o secretário, “quem conhece operação sabe que o criminoso quando a gente [polícia] entra na comunidade, atira pra fugir. Ontem, eles atiravam pra matar. Eles tinham ordem pra ficar, pra confrontar, eles não correram”. Turnowski.

Para o secretário, “quem conhece operação sabe que o criminoso quando a gente [polícia] entra na comunidade, atira pra fugir. Ontem, eles atiravam pra matar. Eles tinham ordem pra ficar, pra confrontar, eles não correram”.

Turnowski acrescentou: “Ele [criminoso] amanhã pode invadir a sua casa na zona sul, na zona norte, na zona oeste. E a última barreira, eram vocês ontem e vocês fizeram a missão de vocês”.

Ao todo 25 pessoas morreram na operação e, de acordo com a polícia, todos eram traficantes e a maioria possuía anotações criminais. Foi a operação mais letal na história do Rio de Janeiro.

“A inteligência já confirmou todos os mortos como traficantes, 19 com folhas corridas até agora. Não foi fácil, mas o fato é que a gente está no caminho certo. Não foi em vão André [se referindo ao policial morto]”.

Fonte: Uol – 

“O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos.”