Internacional vence Goiás e retoma vice-liderança do Brasileirão

40

Em uma partida de seis gols e com emoção até o apito final, o Internacional retomou a vice-liderança do Brasileirão na manhã deste domingo ao ganhar do Goiás, por 4 a 2, no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS), pela 31ª rodada.

Invicto há dez jogos, o Internacional chegou aos 57 pontos e passou o Corinthians. A distância para o líder Palmeiras é de nove, mas o principal objetivo colorado é a classificação à fase de grupos da Copa Libertadores.

Por outro lado, o resultado deste domingo aumentou a pressão em cima do Goiás, que chegou ao sexto jogo sem vitória e segue ameaçado de rebaixamento. Na 13ª colocação, o time tem 38 pontos, oito a mais que o Cuiabá, que abre o Z-4.

Apesar do Goiás ter assustado logo no primeiro minuto em chute de Dadá Belmonte defendido por Keiller, o começo da partida foi todo do Internacional. Pedro Henrique arriscou de fora da área e Tadeu espalmou para escanteio.

Aos 13, Carlos de Pena fez boa jogada e tocou para Pedro Henrique cruzar rasteiro na saída de Tadeu. A zaga esmeraldina tirou parcialmente e a bola sobrou para Maurício abrir o placar. O Internacional diminuiu um pouco o ritmo depois de marcar o gol e sofreu o empate aos 32 minutos.

Pedro Raul recebeu de Dadá Belmonte e parou em grande defesa de Keiller. No mesmo lance, Bustos colocou o braço na bola após cruzamento e foi assinalado pênalti. Na cobrança, o goleiro colorado acertou o lado, mas não evitou o 16º gol de Pedro Raul no Brasileirão.

A alegria esmeraldina, porém, durou apenas nove minutos. O Internacional voltou a ficar na frente do placar aos 41. Pedro Henrique recebeu de Carlos de Pena e parou em Tadeu. No rebote, Alan Patrick ganhou na dividida de Lucas Halter e bateu para o gol aberto.

O que ninguém esperava era que o Goiás conseguiria o empate antes do intervalo. Aos 47, Dadá Belmonte cobrou escanteio, Lucas Halter cabeceou no travessão e Pedro Raul aproveitou o rebote para igualar Germán Cano na artilharia do campeonato.

O Goiás continuou levando perigo na bola parada. Aos nove do segundo tempo, Dadá Belmonte cobrou falta e Auremir, livre de marcação, cabeceou pela linha de fundo. Quando a torcida parecia dar os primeiros sinais de insatisfação, o Internacional marcou o terceiro aos 13 minutos.

Maurício cruzou e Alan Patrick cabeceou no contrapé de Tadeu. O Goiás passou a sair mais em busca do empate e isso fez com que a partida ficasse aberta. Um dos melhores em campo, Pedro Henrique quase fez o terceiro em chute de fora da área. O goleiro esmeraldino defendeu com segurança.

A pressão colorada se intensificou com as entradas de Liziero, Wanderson e Edenilson. Carlos de Pena exigiu grande defesa de Tadeu em chute de fora da área. Aos 39, Pedro Raul ficou com a sobra dentro da área e só não empatou porque Keiller saiu fechando muito bem o ângulo.

Os últimos minutos foram de tensão no Beira-Rio. Fellipe Bastos assustou em cobrança de falta que passou raspando a trave. O caixão do Goiás foi fechado aos 51 minutos. Maguinho cobrou lateral para Tadeu, Carlos de Pena roubou a bola do goleiro e tocou para o gol aberto.

O Internacional volta a campo no próximo domingo, contra o Botafogo, às 18 horas, no Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ). No sábado, o Goiás recebe o Corinthians, às 19 horas, no Hailé Pinheiro, em Goiânia (GO). As partidas são válidas pela 32ª rodada.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 4 X 2 GOIÁS

INTERNACIONAL – Keiller; Bustos, Rodrigo Moledo, Vitão e Renê; Johnny (Wanderson), Carlos de Pena, Maurício (Liziero) e Alan Patrick (Taison); Pedro Henrique (Edenilson) e Alemão. Técnico: Mano Menezes.

GOIÁS – Tadeu; Maguinho, Lucas Halter, Reynaldo e Hugo (Danilo Barcelos); Auremir (Fellipe Bastos), Diego (Nicolas) e Luan Dias (Pedro Junqueira); Dadá Belmonte, Vinícius (Marquinhos Gabriel) e Pedro Raul. Técnico: Jair Ventura.

GOLS – Maurício, aos 13, Pedro Raul, aos 32, e Alan Patrick, aos 41 minutos do primeiro tempo; Alan Patrick, aos 13 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Edina Alves Batista (SP).

CARTÕES AMARELOS – Pedro Henrique (Internacional); Diego, Hugo, Luan Dias, Danilo Barcelos, Maguinho e Dadá Belmonte (Goiás).

RENDA – R$ 1.488.966,00.

PÚBLICO – 31.554 total.

LOCAL – Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).

Fonte: Notícias ao Minuto