Idoso morre baleado após cair em armadilha que ele mesmo criou em MG

SÃO PAULO – Um mecânico morreu neste sábado (20), em Araxá (MG), vítima da armadilha que havia construído para proteger sua oficina. O caso ocorreu pela manhã, quando ele abria o estabelecimento.

Familiares ouvidos pela Polícia Civil explicaram que o homem era idoso e tinha catarata, o que poderia prejudicar a visualização do fio que acionava o mecanismo. Outra hipótese é que ele tenha se esquecido da existência da armadilha, instalada após ferramentas da oficina terem sido furtadas.

Segundo o perito Thiago Oliveira, o dispositivo encontrado no local demonstra conhecimento na área elétrica e é o primeiro do gênero com o qual ele se depara em seis anos de atuação na Polícia Científica.

O mecanismo era acionado por um fio de cobre fino e transparente que cruzava o terreno e tinha por objetivo fazer um possível ladrão tropeçar.

Ao tropeçar, era acionada uma mola ligada a duas saídas de energia. Uma estava ligada à parte posterior da arma artesanal, posicionada para quem invadisse o local indevidamente, e a outra estava ligada na tomada. Quando o circuito era fechado, gerava-se uma centelha e a arma, que estava carregada com pólvora, esfera e bucha, propelia o projétil“, explica Oliveira.

O idoso foi atingido pela bala na região direita do peito e faleceu no local. O corpo foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal).

Fonte: Notícias ao Minuto

“O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Compromisso com a Verdade, esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos”

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.