Giuliano vê injustiça para o Corinthians sem título: ‘Merecíamos sorte melhor’

Giuliano terminou a Copa do Brasil como um dos artilheiros, mas trocaria sem hesitar a premiação individual pelo título da competição, que escapou ao Corinthians nos pênaltis. Na avaliação do meio-campista, o time alvinegro caiu de pé para o Flamengo e merecia ter sorte melhor.

"É difícil falar de justiça no futebol. Pelo segundo tempo que jogamos, merecíamos sorte melhor", falou Giuliano, em tom de chateação. "Conseguimos empatar, poderíamos ter virado a partida. Fizemos um grande jogo".

Ele citou o desempenho na etapa final porque nos últimos 45 minutos o Corinthians foi, de fato, superior ao rival rubro-negro. Em desvantagem depois de ter levado um gol de Pedro no início da partida, o time de Vítor Pereira buscou o empate com Giuliano, goleador da Copa do Brasil ao lado do argentino Germán Cano, do Fluminense. Ambos balançaram as redes cinco vezes.

Na disputa de pênalti, Fagner e Mateus Vital erraram suas cobranças e viram o sonho do tetra se encerrar assim que Rodinei converteu a sua batida e saiu para festejar no Maracanã com quase 70 mil torcedores.

"Pênaltis é situação emocional, treinamento", ressaltou Giuliano, segundo o qual o Corinthians "caiu, mas de pé". "Tenho certeza que nosso torcedor reconhece nosso esforço porque deixamos nosso máximo e melhor".

Renato Augusto corroborou o discurso de Giuliano e avisou que o período para lamentar é curto, já que o elenco tem de voltar a se concentrar no Brasileirão, no qual ocupa o quinto posto, para assegurar a vaga na Libertadores. No sábado, às 19h, faz o clássico com o Santos na Vila Belmiro. "O título estava nas nossas mãos. É chorar hoje e a partir de amanhã pensar no Brasileirão".

Fonte: Notícias ao Minuto

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.