Engenhão: Clima tenso, brigas e vitória do Flamengo sobre o Botafogo

874

Campeonato Brasileiro: Em jogo muito pobre tecnicamente, o Flamengo venceu o Botafogo por 1 a 0 no último domingo, no Estádio Nilton Santos, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Arturo Vidal foi quem marcou para o Rubro-Negro, que melhorou no segundo tempo após a entrada dos titulares. O Alvinegro até jogou bem, mas não conseguiu marcar.

Vidal fez o gol da vitória do Fla – Foto: Gilvan de Souza – Flamengo

Com o resultado, o Fla sobe para a vice-liderança do Brasileirão, com 43 pontos, sete a menos do que o Palmeiras, em primeiro. O Botafogo, porém, fica em 14º, agora apenas dois pontos acima do Cuiabá, que abre a zona de rebaixamento.

CONFUSÕES

O mais importante do clássico, infelizmente, ficou para o lado externo. Além das brigas do lado de fora do Nilton Santos, dentro do estádio o clima também ficou tenso. Primeiro, torcedores do Botafogo agrediram um rubro-negro infiltrado no Setor Leste e a polícia precisou intervir. Depois, já na reta final, correria dentro dos corredores e diversas bombas ouvidas, além de spray de pimenta.

O ÚNICO GOL

O placar no Nilton Santos só abriu no segundo tempo. Aos 12 minutos, Matheuzinho cruzou pela direita, Pedro ajeitou de cabeça e Vidal só teve o trabalho de empurrar para o fundo do gol.

​JOGO RUIM

O primeiro tempo foi melhor para o Botafogo, mas de baixa qualidade técnica entre as equipes. Sem a mesma intensidade de outros jogos, o “time B” do Flamengo teve enorme dificuldade de ficar com a bola e criar as jogadas. Já o Alvinegro conseguiu aproveitar os espaços para ficar mais com a bola, mas encontrou problemas na hora da finalização, errando muito. No fim, 0 a 0.

MUDANÇAS DE EFEITO

Para tentar dinamizar mais o time e melhorar a criação, Dorival Júnior acionou Pedro e Everton Ribeiro no começo do segundo tempo. Na primeira participação, o atacante já deu a assistência para Vidal marcar. O jogo era equilibrado até o gol, mas depois disso o Botafogo caiu de rendimento e o Flamengo, aproveitando as boas substituições, cresceu. Na reta final, o Alvinegro voltou a apresentar perigo e exigiu boas defesas do goleiro Santos, que foi seguro.

E AGORA?

Agora o Botafogo tem a semana livre e se prepara para o confronto contra o Fortaleza no próximo domingo, às 16h, no Castelão. Já o Flamengo tem o importante duelo com o Vélez Sársfield pelo jogo de ida da semifinal da Libertadores na quarta-feira, às 21h30, na Argentina. Pelo Brasileirão, a equipe entra em campo no domingo diante do Ceará, às 11h, no Maracanã.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 0 X 1 FLAMENGO

Local: Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)
Data/Horário: 28/08/2022, às 18h (de Brasília)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (FIFA-SP)
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse (FIFA-SP) e Neuza Ines Back (FIFA-SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (FIFA-SP)

Gol: Vidal (12’/2ºT) (0-1)
Cartões amarelos: Saravia, Eduardo, Danilo Barbosa (BOT), Vidal, Pedro (FLA)
Cartões vermelhos: – 

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Saravia; Adryelson (Kanu – 28’/2ºT), Cuesta e Marçal; Tchê Tchê (Danilo Barbosa – 32’/2ºT), Eduardo (Gabriel Pires – 21’/2ºT) e Lucas Fernandes (Piazon- 32’/2ºT); Jeffinho, Victor Sá (Luis Henrique – 21’/2ºT) e Júnior Santos. Técnico: Luís Castro.

FLAMENGO: Santos, Matheuzinho, Fabrício Bruno, Pablo e Ayrton Lucas; Diego (Pulgar – 32’/2ºT), Vidal (João Gomes – 28’/2ºT) e Victor Hugo (Everton Ribeiro – 10’/2ºT); Everton Cebolinha, Gabigol (Arrascaeta – 28’/2ºT) e Lázaro (Pedro – 10’/2ºT). Técnico: Dorival Júnior.

Fonte: Lance

“O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Compromisso com a Verdade, esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos”