Empate mantém Juventude e Avaí estagnados na zona de rebaixamento do Brasileirão

Série A: No duelo entre desesperados da 25.ª rodada do Brasileirão, ninguém saiu com os três pontos. No estádio Alfredo Jaconi, na tarde deste sábado, Juventude e Avaí ficaram apenas no empate por 1 a 1. Com o resultado, o time gaúcho chegou a 18 pontos e segue na lanterna. O Avaí, por sua vez, tem 24 pontos, em 18º lugar, e perdeu chance de escapar da zona de rebaixamento.

Desde o apito inicial, os times fizeram de tudo para tentar afastar a má fase no Brasileirão. Aos 12 minutos, Natanael bateu com força e quase fez para o Avaí, mas Vitor Mendes salvou em cima da hora. No lance seguinte, William Pottker chegou a balançar as redes, mas a arbitragem assinalou impedimento. Aos 31, foi a vez do Juventude chegar com perigo, quando Paulo Henrique carimbou a defesa.

Aos 37 minutos, o Juventude teve mais uma grande chance com uma falta desviada que foi defendida por Vladimir. No rebote, Renato Chaves parou novamente no paredão do Avaí. Aos 40, Chico novamente parou em Vladimir, que garantiu o 0 a 0. Na volta para o segundo tempo, os times buscavam um erro do adversário para chegar com perigo. E foi exatamente desta maneira que o Avaí chegou ao primeiro gol. Aos 13 minutos, Bruno Silva aproveitou erro da defesa e acionou Bissoli, que tirou de Pegorari e fez 1 a 0 para os visitantes. Pouco depois, alívio para o Juventude.

Aos 20 minutos, o VAR foi chamado por possível toque na mão de Pottker na área, que após revisão, foi confirmado. Chico foi para a cobrança aos 24 minutos e não desperdiçou: 1 a 1. No minuto seguinte, Vladimir salvou o que seria a virada do time da casa em cabeçada forte de Pitta.

O jogo ficou aberto e as chances foram aparecendo dos dois lados. No fim da partida, a emoção tomou conta. Aos 37 minutos, Jean Pyerre fez boa jogada com Pottker e Guerrero, mas parou em Pegorari, goleiro do time gaúcho. Aos 42, a bola sobrou para Pitta, que bateu bem, mas a bola carimbou a trave, o que seria o segundo gol do Juventude.

FICHA TÉCNICA

JUVENTUDE 1 X 1 AVAÍ

JUVENTUDE – Pegorari; Paulo Henrique, Vitor Mendes (Thalisson Kelven), Renato Chaves e Rafael Forster; Elton (Jadson), Chico (Weliton) e Óscar Ruíz (Ruan); Felipe Pires, Pitta e Guilherme Parede (Bruno Nazário). Técnico: Umberto Louzer.

AVAÍ – Vladimir; Kevin, Raniele, Rodrigo Freitas (Muriqui) e Bruno Cortez; Bruno Silva, Mateus Sarará (Jean Cléber) e Matheus Galdezani (Jean Pyerre); William Pottker (Marcinho), Bissoli (Paolo Guerrero) e Natanael. Técnico: Eduardo Barroca.

GOLS – Bissoli, aos 13, e Chico, aos 24 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Diego Pombo Lopez (BA)

CARTÕES AMARELOS – Elton, Vitor Mendes, Felipe Pires, Pegorari, Guilherme Parede (Juventude); Kevin, Mateus Sarará, Raniele, William Pottker, Bruno Silva, Bissoli (Avaí).

RENDA – R$ 15.835,00

PÚBLICO – 2.708 total

LOCAL – Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS).

Fonte: Notícias ao Minuto

 

“O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Compromisso com a Verdade, esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos”

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.