Em Simões Filho o Legislativo e suas “Moções de Aplausos” enquanto a população vive o drama da realidade quando cairá a ficha…?

529

BAHIA: A cidade de Simões Filho, localizada na RMS – Região Metropolitana de Simões Filho, cidade sempre ranqueada entre as DEZ MAIORES, arrecadações do Estado, vive desde a posse, em 2017, do atual Líder do Executivo, reeleito com 55,1% dos votos nas eleições 2020, uma situação em que a população divide-se entre as informações veiculadas nas campanhas de marketing e publicidade, os releases que são enviados à mídia local e a dura realidade, vivida, diariamente, pela população de uma administração dita Boa Terra Boa Gente.

Já na cerimônia de posse, em 1 de janeiro de 2017, pode-se perceber que a relação entre os Poderes Executivo e Legislativo, onde o  primeiro usaria, e continua usando,  a força da caneta, com nomeações e ancorado em dois aspectos: A margem de votos obtidos nas urnas, como se fora um Cheque em Branco” e a completa omissão do segundo, o Legislativo, principalmente pela falta de coragem, habilidade dos vereadores eleitos para agirem, programaticamente, como OPOSIÇÂO. O resultado prático, veio nas eleições 2020, com a não reeleição recorde de 12 vereadores que não conseguiram a reeleição.

15ª LEGISLATURA

Ao que parece-nos, o referido resultado não está sendo levado em consideração pelos vereadores oposicionistas, eleitos em 2020. A 4ª Sessão Ordinária do 1º Período do 1º Ano da 15ª Legislatura, foi realizada no último dia 20 de Abril, do corrente ano, tendo inicio no horário regimental, 9h.

Na Ordem do Dia, havia 20 indicações. Porém, chamou atenção o 21º item, pois tratou-se da SEGUNDA MOÇÃO DE APLAUSO, em 2021, de autoria de TODOS OS VEREADORES, ao Exmº Sr. Diógenes Tolentino Oliveira – Prefeito, MDB, a referida moção 002/2021, justifica-se segundo os nobres Edis, em virtude da implantação da UTI e Centro de  Bio Imagem, em andamento no HMSF – Hospital Municipal de Simões Filho.

TEMPORADA DE CHUVA 2021

Apesar de muita propaganda, Licitações, com uma mesma empresa recebendo Milhares de Reais, o serviço de Limpeza de Canais, Saneamento Básico, Contenção de Encostas, não evitaram cenas de desespero da população em diversos bairros da cidade, Centro, KM 30, Vida Nova, Quadra VII, Jardim Renatão, Oiteiro, Coroa da Lagoa, Parque Continental, dentre outros….

E, os vereadores que deveriam ser a VOZ da população, marcando presença, questionando a falta efetiva de ações sociais, estão em um constrangedor silêncio, a oposição em Simões Filho, está sem representatividade parlamentar e sem VOZ. E, os eleitores órfãos…

DURA REALIDADE

A ótima posição financeira do município, aliada às várias operações de crédito, aprovadas pelos  membros do Legislativo, não mascaram a realidade. A cidade de Simões Filho, não foi contemplada com as ações prometidas durante a campanha, que deu a eleição ao atual grupo político, através do Projeto de Marketing denominado “PENSA SIMÕES FILHO” registrado como plano de governo. As ações, em sua imensa maioria ficaram no imaginário popular, sobrou assinaturas de Ordem de serviços, que fomentaram a eleição da primeira dama, pelo mesmo partido MDB. Não aplicou-se, nenhum dos Artigos contidos na Lei 995/2016, a Mobilidade Urbana, o sistema de Transporte Municipal, Municipalização do Trânsito em sua plenitude, apareceram em poucas sinalizações horizontais, colocação de semáforos e só.

Rua Salvador – Simões Filho – Bahia

A Equipe de Jornalismo, registrou vários momentos, já em 2021, em uma sequencia de fotos, mostrando a realidade ignorada, pela bancada da situação, desde 2017, e  que não deveria ficar desapercebida pela atual bancada de OPOSIÇÂO, para o bem da Democracia.

Já é tardio a cidade de Simões Filho, entrar na rota do  desenvolvimento, com planejamento e  políticas públicas pois, a massa que que possibilita e pagar os altos salários das suas excelências ocupantes, transitórios, dos  Poderes Executivo, Legislativos, bem como os milhares de Nomeados em Cargos de Confiança, nas duas esferas da administração.

Coroa da Lagoa – Rua do socorro – Aguardando, serem cumpridas as intervenções e benefícios desde  desde 2019 e, até o presente momento, nada foi feito.

VIDA NOVA – 2021

VIA UNIVERSITÁRIA – 2021

Quadra VIII

Travessa Minas Gerais – Quadra VIII

RESIDENCIAL PITANGUINHA – MINHA CASA MINHA VIDA

Pela segunda Legislatura, os EDIS escolhidos para fiscalizarem, as ações e atos do Executivo, segue a sua triste sina de aprovar todos os projetos, e a cada SESSÃO ORDINÁRIA, o plenário, esvaziado pela PANDEMIA, e suas SESSÕES VIRTUAIS, transforma-se em discursos de apoio e uma exacerbada veneração ao Líder do Executivo, deixam de cumprir uma das suas funções constitucionais que é a de ser um FISCALIZADOR… Assim, vamos vivendo na Boa Terra Boa Gente, entre o mundo mágico da propaganda, Marketing e os vários editoriais, que insistem em negar ao leitor/eleitor a inércia administrativa, deixando-se levar pela imagens criadas por mentes brilhantes, fazendo um processo de “fermentação” que já dura 4 anos e 5 meses, sem ainda demonstrar tudo o que prometeu no plano de governo “Pensa Simões Filho”, é tempo portanto de perguntar quanto cairá a ficha deste políticos… Vamos Repensar Simões Filho…?

Romário dos Santos

Editor Chefe

Redação Nacional