Em ritmo de férias, Juventude e Flamengo se enfrentam em Caxias do Sul

Com o Juventude rebaixado para a Série B e o Flamengo ainda festejando os títulos da Copa Libertadores e da Copa do Brasil, o duelo entre os clubes desta quarta-feira, em Caxias do Sul, será em ritmo de férias, pensando na temporada de 2023. O confronto, às 21h30, também marca a despedida dos gaúchos do estádio Alfredo Jaconi, pela 37ª rodada do Brasileirão.

Desde que venceu a Libertadores, o Flamengo tem optado por um time alternativo, dando folga para os principais jogadores do elenco. A motivação não é a mesma e existe aquela sensação de apenas cumprir tabela.

O clube carioca perdeu seus dois últimos jogos. Caiu diante do Corinthians, por 2 a 1, no Maracanã, e depois foi superado pelo Coritiba, por 1 a 0, no Paraná. Quinto colocado, com 61 pontos, já garantido na fase de grupos da Copa Libertadores do ano que vem, o Flamengo está despreocupado.

O técnico Dorival Júnior deve manter a mesma estratégia dos últimos jogos, poupando alguns titulares e dando oportunidades para os reservas e minutagem para os jogadores da base. Único desfalque será o atacante Marinho, suspenso pelo terceiro amarelo. Em seu lugar, Dorival deve optar pelo lateral-direito Matheuzinho, improvisado de ala. Os convocados para a Copa do Mundo, o artilheiro Pedro e o meia Everton Ribeiro, sequer viajaram para o Sul, assim como o atacante Gabriel Jesus, que deve ter suas férias antecipadas.

Sem a fome por resultados, Dorival Jr tenta motivar os jogadores visando 2023, além da finalização da carreira do meia e ídolo Diego, que se despede dos gramados ao fim do Brasileiro. "A motivação é por darmos mais chances aos que não tiveram muitas oportunidades e a finalização da carreira do Diego. Que façamos esses dois jogos como fizemos os dois anteriores, com muita segurança daquilo que gostaríamos e queríamos", disse Dorival.

Enquanto isso, o Juventude confirmou seu rebaixamento na 34ª rodada e vem numa sequência de 17 jogos sem saber o que é uma vitória. Na última rodada foi derrotado pelo Goiás, por 1 a 0, em Goiânia. O clube é o 20º colocado, com 21 pontos, e sem chances de subir de posição dentro do Z-4, permanecendo na lanterna até o fim da competição.

Sob o comando de Celso Roth, o clube já tem seu planejamento para o ano de 2023. O treinador terá diversos desfalques, contando com suspensos, lesionados e jogadores fora dos planos. Por acúmulo de cartões, o lateral Moraes e o atacante João Vitor estão fora. O atacante já seria um desfalque natural, pois pertence ao clube carioca. Entregues ao departamento médico, o zagueiro Paulo Miranda e o volante Elton se juntam ao meia Bruno Nazário. Em contrapartida, o treinador terá a volta do zagueiro Thallison, que cumpriu suspensão.

Fora dos planos para 2023, a lista de desfalques do Juventude só aumenta. Rafael Forster, Renato Chaves, William Matheus, Anderson Leite, Marlon, Óscar Ruiz, Edinho, Ricardo Bueno e o paraguaio e destaque do time na temporada, Isidro Pitta, estão fora. Com apenas duas vitórias dentro de casa, o goleiro Pegorari admitiu que o time deixou a desejar: "Claro que só sai com as vitórias e boas atuações, mas não é o que estamos fazendo. Só duas vitórias em casa é um número extremamente baixo", admitiu o goleiro.

Fonte: Notícias ao Minuto

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.