Deslizamento de terra na Venezuela deixa 22 mortos e 52 desaparecidos

63

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Um deslizamento de terra deixou ao menos 22 mortos e 52 desaparecidos neste domingo (9) em Las Tejerías, cidade industrial na região central da Venezuela.

"Perdemos meninos e meninas. O que aconteceu em Las Tejerías é uma tragédia", afirmou a vice-presidente Delcy Rodríguez, durante visita à cidade.

Ao menos mil funcionários participam das operações de resgate, informou o almirante Remigio Ceballos, ministro do Interior e da Justiça.

O regime de Nicolás Maduro decretou três dias de luto.
Casas e estabelecimentos comerciais foram destruídos e árvores foram arrastadas pela lama na cidade, localizada a cerca de 50 quilômetros da capital, Caracas. Rios da região transbordaram, e o fornecimento de água foi afetado.

"A cidade se perdeu, Las Tejerías foi perdida", lamentou a moradora Carmen Meléndez, 55.

Deslizamentos de terra também foram registrados em outras partes do país.

A Venezuela enfrenta volumes históricos de chuva. De acordo com cientistas, eventos climáticos extremos estão relacionados ao aquecimento global e à atividade humana.

Fonte: Notícias ao Minuto