Copa do Brasil: Flamengo retorna ao “Maraca”, torcida faz festa, mas fica no empate sem gols com Atlético Paranaense

505

Copa do Brasil:  Domínio do Flamengo, duas bolas na trave, uma cortada em cima da linha e expulsão. Estes foram os ingredientes do empate sem gols com o Athletico no Maracanã, nesta quarta-feira, pelo jogo de ida das quartas da Copa do Brasil. Dessa forma, a disputa por uma vaga na semifinal da competição segue em aberto.

Agora, as duas equipes viram a chave para o Brasileirão. O Flamengo volta a campo no próximo sábado, às 20h30, para enfrentar o Atlético-GO no Maracanã. Já o Athletico recebe o São Paulo, às 16h, na Arena Baixada. 

Pela Copa do Brasil, o jogo da volta acontece acontece no dia 17 de agosto, uma quarta-feira, às 21h30, na Arena da Baixada. Como não há mais o critério do gol qualificado fora de casa, qualquer novo empate forçará a decisão por pênaltis.

Flamengo x Athlético
Flamengo e Athletico empataram sem gols no Maracanã
Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

EM CIMA

O Flamengo começou a partida em cima do Athletico e obrigou o goleiro Bento a trabalhar duas vezes em um intervalo de apenas dois minutos. Aos oito, os cariocas tocaram bem a bola, e Gabi encontrou João Gomes perto da entrada da pequena área. O volante, por sua vez, tentou tocar para Pedro, mas arqueiro do Furacão saiu bem e fez a defesa.

Logo na sequência, Bento apareceu de novo. Filipe Luís fez cruzamento rasteiro pelo lado esquerdo, Pedro se antecipou à marcação e conseguiu o toque, mas o goleiro estava bem posicionado e afastou o perigo. 

DOMÍNIO

O Flamengo manteve a postura e dominou o Athletico durante praticamente os primeiros 45 minutos. Os cariocas, inclusive, terminaram o primeiro tempo com quase 65% de posse de bola, de acordo com dados do “FootStats”. Além disso, tiveram nove finalizações contra apenas uma do Furacão.

Nesse cenário, o Fla construiu várias boas chances de gol, mas não conseguiu balançar as redes de Bento. A melhor chance, além das criadas no início do jogo, veio com Gabi. Aos 30 minutos, João Gomes cruzou na medida para o atacante, que estava livre na pequena área. No entanto, ele pegou mal na bola e mandou por cima da meta do Furacão. 

ATHLETICO APARECE, FINALMENTE

A equipe paranaense conseguiu incomodar o Flamengo aos 45 minutos do primeiro tempo. Terans fez fila na marcação, abriu espaço e tocou na medida para Fernandinho. O volante apareceu livre na área para finalizar, mas mandou para fora.

NA TRAVE

O Flamengo manteve a pegada, voltou para o segundo tempo em cima do Athletico e passou muito perto de abrir o placar. Assim, logo aos quatro minutos, Pedro acertou a trave de Bento após cruzamento de escanteio de Arrascaeta. 

FURACÃO RESPONDE

Dessa vez, o Athletico não demorou para dar a resposta ao Fla. Aos nove minutos, Khellven cruzou pelo lado direito, David Luiz errou o tempo do cabeceio, e a bola passou na frente de Cuello. Mesmo sozinho, o atacante não esperava o erro do zagueiro e, assim, não conseguiu a finalização.

INCRÍVEL (DUAS VEZES)

Depois disso, no entanto, o Furacão pouco fez. Já o Flamengo criou duas chances claras de gol que por muito pouco não entraram. Elas, inclusive, vieram com Gabi, que cresceu de produção na etapa final.

Na primeira, Pedro tocou atrás para o atacante, que encheu o pé. A bola até passou por Bento, mas Khellven apareceu em cima da linha para tirar de cabeça. Na segunda, o cenário foi parecido. Thiago Maia tocou atrás para Gabi, que novamente bateu forte, mas dessa vez a bola carimbou o travessão. 

EXPULSO

Já nos últimos segundos de jogo, David Luiz cometeu falta para matar um contra-ataque do Athletico. O zagueiro não gostou da marcação, reclamou com o árbitro Luiz Flávio de Oliveira e recebeu o vermelho. 

NOTA FICHA


Flamengo 0x0 Athletico

Local
: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)

Data e hora: 27/07/2022, às 21h30
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (FIFA-SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (FIFA-SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)
VAR: Wagner Reway (PB)

Cartões amarelos: Gabi, Thiago Maia e Léo Pereira (FLA) Bento, Erick, Fernandinho, Léo Cittadini e Matheus Felipe (CAP)
Cartões vermelhos: David Luiz (FLA)
Gols:

FLAMENGO (Técnico: Dorival Júnior)

Santos; Rodinei, David Luiz, Léo Pereira e Filipe Luís (Ayrton Lucas, 33’/2ºT; Thiago Maia, João Gomes (Vidal, 15’/2ºT) e Everton Ribeiro (Cebolinha, 15’/2ºT); Arrascaeta, Gabi e Pedro.

ATHLETICO (Técnico: Felipão)
Bento; Pedro Henrique, Thiago Heleno (Matheus Felipe, 30’/2ºT) e Nico; Khellven Hugo Moura, Fernandinho (Léo Cittadini, 38’/2ºT), Erick e Abner; Tomás Cuello (Marcelo Ciritno, 16’/2ºT) e David Terans (Vitinho, 16’/2ºT).