Contra-Ataque: Após declarações de Jerônimo Rodrigues, João Roma, PL, diz que o BRasil voltou a ser 10ª economia

Eleições 2022 – BAHIA: O candidato a governador da Bahia, ex-ministro da cidadania e deputado federal, João Roma (PL), reagiu às declarações do adversário Jerônimo Rodrigues (PT) sobre o armamento e as políticas do governo federal. Segundo o ex-ministro, no atual governo, o Brasil voltou a ser a décima economia mundial. Na manhã de ontem, Roma visitou a Feira de São Joaquim, onde gravou para programa do horário eleitoral de rádio e TV.

“O candidato Jerônimo falou uma verdade em sua entrevista à TV Itapoan. Realmente o presidente Jair Bolsonaro não pode servir para ele e seus correligionários petistas. Afinal Bolsonaro defende a pátria, a família e a liberdade”, reagiu

Roma lembrou a Jerônimo que o Brasil hoje voltou a ser a décima economia mundial e é destino de muitos investimentos pela situação em que está, com queda do desemprego, arrefecimento da inflação e perspectiva de crescimento bem acima do previsto. “Hoje o FMI elogia o Brasil, o que não era comum um tempo atrás”.

João Roma lamentou que Jerônimo siga à risca a cartilha do PT de transferir responsabilidades. “Pelo jeito o candidato petista terceiriza responsabilidades como o seu padrinho, o governador Rui Costa. Insiste na ladainha de que a causa do aumento de assassinatos na Bahia é decorrente da venda legal de armas para os cidadãos protegerem suas vidas e patrimônio. Como se bandido comprasse arma em loja”.

Fonte: TRBN – Foto: Equipe M!/Divulgação

“O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Compromisso com a Verdade, esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos”

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.