Ciro Gomes: Viagem internacional  de Bolsonaro à Rússia pode ‘custar muito caro’ ao Brasil

Eleições 2022: O pré-candidato à Presidência da República Ciro Gomes (PDT) afirmou nesta segunda-feira (14) que a ida do presidente Jair Bolsonaro (PL) à Rússia “pode custar muito caro” ao Brasil.

                    Brasília – DF, 14/11/2019) Encontro com o Presidente da Federação da Rússia,                                                                     Vladmir Putin                                                                                                                          Foto: Marcos Corrêa – R

A declaração do político do PDT foi feita nesta manhã por meio do Twitter. Bolsonaro embarca hoje para Moscou, onde terá compromissos com o presidente russo, Vladimir Putin, empresários e líderes locais.

Acontece que a tensão entre o Kremlin — sede do governo russo — e a Ucrânia tem ficado ainda mais forte nas últimas semanas, com a possibilidade, inclusive, da Rússia iniciar um conflito armado com o país vizinho.

Na rede social, Ciro Gomes disse ainda que a viagem do atual mandatário à Rússia não passará de um “indecente turismo com recursos públicos”.

“Bolsonaro entende tanto de política externa quanto de economia ou de saúde pública. Ou seja, nada. Na melhor das hipóteses, sua ida à Rússia em meio a um dos momentos mais delicados da geopolítica mundial não passará de um indecente turismo com recursos públicos”, escreveu ele.

E acrescentou: “Se Bolsonaro falar o que não deve, como é corriqueiro, colocará o Brasil em uma posição delicada com parceiros comerciais importantes. Seu desejo por exibição e autopromoção pode custar muito caro ao nosso país.”

Bolsonaro vai ficar em Moscou até quinta (17). Em seguida visitará a Hungria para encontro com o primeiro-ministro Viktor Orbán.

Sergio Moro

Mais cedo, também por meio do Twitter, o ex-juiz Sergio Moro criticou a viagem do presidente. Segundo o ex-juiz, o mandatário brasileiro é um “trapalhão” e está “no lugar errado e na hora errada”.

Além disso, o pré-candidato à Presidência pelo Podemos disse que a ida de Bolsonaro a Moscou, capital russa, é “mais um constrangimento para a diplomacia brasileira”.

Fonte: BRNoticías 

 

 

 

“O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Compromisso com a Verdade, esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos”.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.