Censo: IBGE treina mais de 12 mil recenseadores na Bahia

897

IBGE: O Censo Demográfico 2022, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), inicia no dia 1º de agosto e deve ser encerrado ao fim do ano. No entanto, a preparação para o levantamento já iniciou em todo Brasil. Ontem (18), o instituto iniciou o treinamento dos recenseadores. Durante cinco dias, os profissionais designados para coletar as informações do Censo serão capacitados para visitar, a partir do próximo mês, os 75 milhões de domicílios brasileiros (5 milhões na Bahia).

Na Bahia serão treinadas cerca de 12.500 pessoas – serão 719 salas de treinamento, onde 1.438 instrutores, atuando em duplas, darão as aulas. Conforme o IBGE, 2.600 estão recebendo o treinamento em Salvador, em salas cedidas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), nos Pavilhões de Aulas (PAF) I, III e IV, no bairro de Ondina, e no PAF VI, na Federação. O período de capacitação se estende até a próxima sexta-feira (22).  Entretanto, aqueles que forem atuar em áreas indígenas ou quilombolas terão um dia adicional de capacitação, em 25/07

“Os recenseadores são a alma do Censo Demográfico. É importante que as pessoas saibam que são todos muito bem preparados e se sintam confiantes e tranquilas para recebê-los em sua casa, fornecendo as informações para o IBGE atualizar esse retrato essencial do país”, disse a supervisora de disseminação de informações do IBGE na Bahia, Mariana Viveiros. Segundo o IBGE, todos os participantes receberão ajuda de custo para arcar com as despesas durante os dias de treinamento.

Ao longo dos treinamentos, os recenseadores terão contato intensivo com os conceitos e as metodologias da coleta do Censo Demográfico. Também aprenderão, na prática, a operar o Dispositivo Móvel de Coleta (DMC), que será utilizado na operação. Terão ainda aulas sobre ética e integridade e condutas de abordagem. Ao final da capacitação, passarão por uma avaliação que é parte do processo seletivo e eliminatória.

“Além os conhecimentos técnicos adquiridos no treinamento, será importante também compartilhar competências socioemocionais, que permitam aos recenseadores, mais que coletar dados, criar uma parceria com os informantes, por meio de uma relação de confiança”, afirmou o coordenador de Treinamento do Censo na Bahia, Rony Freitas. Serão efetivamente contratados apenas aqueles que acertarem no mínimo 50% da prova final.

Exigindo apenas ensino fundamental completo, com horário flexível e remuneração por produtividade, o trabalho de recenseador/a é visto por muitas pessoas como a oportunidade de ter uma primeira experiência profissional. Na Bahia a maior parte dos recenseadores é de jovem: 3 em cada 10 dos classificados têm até 24 anos (31,6%) e 4 em cada 10 têm menos de 30 anos (44,1%). Em Salvador, quase 6 em cada 10 recenseadores é mulher (55,7%), e o perfil etário é um pouco menos jovem: 1 em cada 4 (25,1%) tem até 24 anos, 4 em cada 10 (44,1%) têm menos de 30 anos.

Fonte: TRBN

“O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Compromisso com a Verdade, esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos”