Casa Verde e Amarela, é apresentada durante Seminário “Salvador um Passo em Direção ao Futuro”

Salvador: Foi realizado ontem, 25, na sede do SINDUSCON – Sindicato da Indústria da Construção do Estado da Bahia, com apresentação do novo programa habitacional Casa Verde e Amarela e seus subprodutos como parcerias, regularização fundiária, melhoria habitacional e pró-moradia.

Foram apresentados as principais diferenças entre o novo programa habitacional do Governo Federal com a modalidade antiga.

Palestrante do seminário, representando o Ministro das Cidades, foi o  Secretário Nacional de Habitação, Dr. Alfredo Eduardo dos Santos, Luiz Carlos de Souza Secretário Municipal de Infraestrutura e Obras Pública de Salvador, Denival Gonçalves, Vice-Presidente Nacional da Entidade Organizadora do Programa Verde Amarelo.

CASA VERDE e AMARELA

Programa Casa Verde e Amarela, do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), vai facilitar o acesso da população a uma moradia digna, garantindo mais qualidade de vida. A partir de medidas que darão mais eficiência à aplicação dos recursos, a meta é atender 1,6 milhão de famílias de baixa renda com o financiamento habitacional até 2024, um incremento de 350 mil.

SECRETÁRIO NACIONAL DE HABITAÇÃO

“Saúdo as autoridades presentes, a Vice-Prefeita de Salvador, Sra. Ana Paula Andrade Matos Moreira, Sr. Luiz Carlos de Souza Secretário Municipal de Infraestrutura e Obras Pública de Salvador, Dr. Denival Gonçalves e demais  Representante das Entidades Organizadoras, trago uma especial mensagem de apreço encaminhada pelo nosso ilustre presidente da República – Jair Bolsonaro.

O programa reúne iniciativas habitacionais do governo federal para ampliar o estoque de moradias e atender as necessidades habitacionais da população. O Casa Verde e Amarela vai promover o desenvolvimento institucional de forma eficiente no setor de habitação e estimular a modernização do setor da construção e a inovação tecnológica.

Na formatação deste revolucionário projeto habitacional, iremos incluir todos os Municípios brasileiros e o Distrito Federal, faremos o maior Programa de Regularização Fundiária e Melhoria Habitacional, através das ações contidas  no Casa Verde e Amarela. Tendo como meta inicia a regularização fundiária de mais de 100 mil imóveis de famílias de baixa renda até o fim de 2021, dos quais cerca de 20 mil também receberão adequações para garantir uma moradia digna.

Temos muito à agradecer às Entidades Organizadoras, ONG´s, que estão atuando diretamente em parceria com o Ministérios das Cidades, aproveito para parabenizar o trabalho do Dr. Denival Gonçalves, e equipe, responsáveis por uma ampla atuação na Região Nordeste, já tendo aprovado, na Bahia a implantação em, aproximadamente, 79 municípios baianos na modalidade Morar Melhor, e o programa de reforma rural.

Um projeto dessa magnitude, só é possível graças à participação de todas as esferas de governo, aqui aproveito para registrar que sentimos, muito a falta de engajamento do governo Rui Costa, é importante a participação do governo do Estado, como parceiro, devemos esquecer as questões políticas e tratarmos de gestão e bem estar da coletividade”. disse o Secretário Nacional de Habitação Dr, Alfredo Eduardo Santos”.

Realização: Programa Casa Verde Amarela – Secretária Infra Estrutura de Salvador

Fonte & Fotos: Redação Nacional / Ministério das Cidades 

 

“O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Compromisso com a Verdade, esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos”.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.