Carmem Lúcia será relatora da investigação contra Ricardo Salles, e Senador Telmário Mota

522

Brasília: Finalmente, a PGR tomou a decisão de acionar o Supremo autorizando-o a proceder a abertura de investigação contra o ministro Ricardo Salles, do Meio Ambiente tendo incluso no rol das investigações o Senador Telmário Mota.

Humberto Jacques de Medeiros, atual Vice Procurador Geral da República foi quem assinou o requerimento, baseado na notícia-crime, objeto das investigações comandadas pela equipe do delegado Alexandre Saraiva. até pouco tempo era o responsável pela Polícia Federal, no Estado do Amazonas. exonerado por Bolsonaro, por ter feito sérias acusações, baseando-se em investigações, com fortes indícios de obstrução à justiça feita pelo ministro Ricardo Salles, com a intenção de proteger, favorecer, madeireiros sob investigação.

DESPACHO

“Indicaram-se, naqueles autos, diversos episódios de atuação desses servidores em descompasso com as recomendações técnicas, com o objetivo de promover a regularização de cargas exportadas irregularmente e apreendidas pelas autoridades norte-americanas. Tal cenário evidencia, de forma ampla, a necessidade de aprofundamento investigativo dos fatos”, diz um trecho do despacho. A relatora do caso é a ministra Cármen Lúcia.

Fonte: Redação Nacional

“O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Compromisso com a Verdade, esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos.”