Bia Haddad sobe nas duplas e fica mais perto da vaga no WTA Finals

50

Beatriz Haddad Maia se aproximou da inédita vaga no WTA Finals na atualização do ranking, nesta segunda-feira. A tenista brasileira subiu uma posição, ao lado da casaque Anna Danilina, na lista de duplas da temporada, e alcançou o nono lugar, a uma colocação de entrar na zona de classificação para o Finals.

O WTA Finals é um dos torneios de maior prestígio do circuito, abaixo apenas dos Grand Slams. A competição reúne as oito melhores tenistas e as oito melhores duplas do ano, no fim da temporada. Bia busca disputar o torneio pela primeira vez em sua carreira, no embalo da grande temporada que faz em 2022.

A brasileira e a parceira do Casaquistão brilharam no começo do ano. Jogando juntas pela primeira vez, foram campeãs em Sydney e, na sequência, foram vice-campeãs do Aberto da Austrália, num dos melhores resultados de uma brasileira num torneio de Grand Slam. Agora elas buscam nas próximas semanas os pontos necessários para ficar entre as oito melhores duplas da temporada.

Elas estão a cerca de 200 pontos da americana Nicole Melichar-Martinez e da australiana Ellen Perez, que somam 2.871 e figuram no oitavo lugar atualmente. Bia e Danilina têm 2.651. O Finals será disputado neste ano em Fort Worth, nos Estados Unidos, a partir do dia 31 deste mês.

No ranking de simples, Bia perdeu uma posição. Caiu para o 16º lugar. Laura Pigossi estacionou no 106º lugar, enquanto Carolina Meligeni Alves caiu seis colocações e aparece em 175º. No Top 10, não houve mudanças na atualização desta segunda.

MASCULINO

Já na lista da ATP houve movimentações entre os dez melhores do mundo. O grego Stefanos Tsitsipas subiu uma posição, para o quinto lugar, apesar de ter perdido para Novak Djokovic na final do Torneio de Astana, no fim de semana. O sérvio manteve a sétima colocação.

O alemão Alexander Zverev, ainda fora de combate por conta de lesão, caiu para o sexto posto. Já o americano Taylor Fritz foi o grande destaque desta atualização do ranking. Campeão em Tóquio, no domingo, ele saltou três colocações, subiu para o oitavo lugar, dentro do Top 10 pela primeira vez na carreira.

Já o britânico Cameron Norrie perdeu dois postos e aparece agora em 10º. E o polonês Hubert Hurkacz caiu uma posição e deixou o Top 10. É o atual 11º.

Entre os brasileiros, Thiago Monteiro sofreu uma queda de duas colocações, para 65º. Felipe Meligeni Alves caiu mais. Foram sete posições: 150º. Matheus Pucinelli manteve o 193º lugar.

Confira abaixo o Top 10 do ranking masculino:

1º – Carlos Alcaraz (ESP), 6.740 pontos

2º – Rafael Nadal (ESP), 5.810

3º – Casper Ruud (NOR), 5.645

4º – Daniil Medvedev (RUS), 5.245

5º – Stefanos Tsitsipas (GRE), 5.065

6º – Alexander Zverev (ALE), 5.040

7º – Novak Djokovic (SER), 4.320

8º – Taylor Fritz (EUA), 3.510

9º – Andrey Rublev (RUS), 3.480

10º – Cameron Norrie (ING), 3.445

Confira a lista das dez melhores do ranking feminino:

1º – Iga Swiatek (POL), 10.485 pontos

2º – Ons Jabeur (TUN), 4.885

3º – Anett Kontaveit (EST), 4.010

4º – Paula Badosa (ESP), 3.934

5º – Aryna Sabalenka (BEL), 3.470

6º – Jessica Pegula (EUA), 3.447

7º – Maria Sakkari (GRE), 3.355

8º – Coco Gauff (EUA), 3.047

9º – Simona Halep (ROM), 3.025

10º – Caroline Garcia (FRA), 2.930

Fonte: Notícias ao Minuto