Barça bate Sevilla com gols de Raphinha e Lewandowski e continua na cola do Real

516

Campeonato Espanhol: Com gols do brasileiro Raphinha e do polonês Lewandowski, o Barcelona derrotou o Sevilla por 3 a 0, em Sevilha, pela quarta rodada do Espanhol, neste sábado. O resultado fez o Barça se manter na cola do Real Madrid, que mais cedo derrotou o Betis por 2 a 1. O clube catalão chegou aos 10 pontos, dois a menos do que o rival da capital espanhola.

Já o Sevilla amarga uma crise: acumulou o quarto jogo sem vencer no Espanhol. Soma um ponto e está na 17ª. colocação, podendo ser ultrapassado por Getafe e Real Valladolid, que jogam no domingo contra Valencia e Almería, respectivamente.

O primeiro tempo pode ser dividido em antes e depois do primeiro gol. Até os 20 minutos, o Barça não conseguia escapar da marcação rival. Lewandowski no meio do ataque, Dembélé pela esquerda e Raphinha atuando pela direita não deram trabalho para o time da casa. Já o Sevilla dominou o meio-campo com o croata Rakitic e fez o goleiro Ter Stegen ser o melhor jogador até então.

Mas aos 21 minutos tudo mudou quando Gavi roubou a bola na intermediária de defesa e Dembélé armou o contra-ataque. Perto da grande área passou para Lewandowski, que com um toque com efeito encobriu o goleiro Bounou. Centímetros antes de entrar o volante brasileiro Fernando tirou, mas a bola sobrou para Raphinha, que saltou para colocar, de cabeça, para dentro.

O gol tirou a confiança do Sevilla e o Barça passou a encontrar espaços. Quem passou a aparecer foi o trio ofensivo do clube catalão. Aos 36, Koundé dominou na direita da intermediária, levantou a cabeça e viu Lewandowski entrando sozinho na área. Na marca do pênalti, o polonês dominou com o peito e, sem deixar a bola pingar, acertou o canto direito do gol do Sevilla. Um golaço.

Com vantagem o Barça viu Gavi dominar a marcação no meio-campo e o time passou a sobrar no ataque. Os visitantes desperdiçaram boas chances na frente do goleiro com Dembélé, Koundé e Raphinha. No intervalo, Xavi, técnico do Barça, não alterou em nada sua equipe. Já o Sevilla fez duas substituições, mas qualquer plano de reação foi congelado rapidamente.

Logo aos 5 minutos, Raphinha cruzou da direita para Koundé, que amaciou a bola para Eric Garcia, livre na área, marcar o terceiro. Com 3 a 0, o Barcelona acalmou a marcação e até permitiu ao Sevilla criar duas chances, que pararam nas mãos de Ter Stegen. O clube catalão ainda teve boas oportunidades de ampliar com o polonês, mas ficou nisso.

Xavi, então, resolveu poupar seus jogadores visando o duelo da Liga dos Campeões. Tirou Dembélé e Lewandowski e ainda deu a chance de Jordi Alba e De Jong ganharam mais ritmo entrando no segundo tempo.

Na quinta rodada do Espanhol o Barcelona vai encarar o lanterna Cádiz. O Sevilla enfrenta o Espanyol, no sábado, dia 10. Ambos como visitantes. Antes, porém, ambos vão estrear na fase de grupos da Liga dos Campeões. O Sevilla recebe o Manchester City (terça) e o Barça, o Plzen (quarta).

Fonte: Notícias ao Minuto

 

 

“O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Compromisso com a Verdade, esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos”