Aparecida: Santuário Nacional terá sete missas para celebrar dia da Padroeira

115

O Santuário Nacional vai celebrar sete missas nesta quarta-feira, 12, para celebrar o dia de Nossa Senhora de Aparecida, padroeira do Brasil, em Aparecida, interior de São Paulo. O ponto alto das celebrações será a missa solene, às 9 horas, com a participação de vários bispos e arcebispos. O presidente Jair Bolsonaro (PL) estará presente em uma das celebrações.

Pela primeira vez em três anos, as missas serão realizadas sem as restrições relacionadas à pandemia de covid-19. A capacidade total do santuário é de 35 mil pessoas por missa. A programação prevê a primeira missa às 5h da manhã e a última, encerrando a festa da padroeira, às 19h15, seguida de um show pirotécnico. Às 12 horas, haverá o toque de sinos em homenagem à padroeira.

Nesse mesmo horário acontece a Missa das Crianças. Também voltará a ser realizada a procissão solene na Basílica Histórica, durante a cerimônia do Angelus. Os fiéis terão acesso à Sala das Promessas e à Capela das Velas e ainda poderão passar pelo nicho com a imagem de Nossa Senhora Aparecida.

Na segunda-feira, 10, o cerimonial da Presidência da República informou que o presidente participará das comemorações, estando presente em uma das missas.

"Como nos anos anteriores, o Santuário Nacional organizará a acolhida ao presidente nas melhores práticas que um chefe de Estado requer, mas também buscando garantir que a rotina dos peregrinos não seja impactada pelas condições que a visita exige", disse o arcebispo de Aparecida, dom Orlando Brandes, em nota.

Também consta na agenda do presidente a participação em um terço que será rezado na cidade de Aparecida. Segundo o arcebispo, essa atividade não é organizada pelo Santuário Nacional, que no mesmo horário realiza a Consagração a Nossa Senhora Aparecida, uma tradição de 65 anos.

Romarias

Neste feriado de 12 de outubro, mais de 1 milhão de veículos devem sair da capital paulista em direção ao interior e litoral do estado. Com a expectativa de um grande fluxo de carros para o Santuário Nacional, as atenções estão voltadas para a Dutra, principal acesso ao município de Aparecida.

Além do aumento no trânsito, a rodovia já recebe milhares de peregrinos que fazem a caminhada a pé para o santuário. A expectativa da PRF é de que, até as 10 horas desta quarta, ao menos 50 mil pessoas tenham chegado à cidade em romarias, aumento de 60% em relação ao ano passado, quando as restrições devido à pandemia ainda vigoravam.

A tradicional romaria organizada pelo aposentado Vicente de Paula Nascimento saiu de Barueri, na região metropolitana de São Paulo, às 4 da madrugada do último dia 6 e chegava, na tarde desta terça, 11, à Gruta de Roseira, após percurso de 218 quilômetros. "Às 18 horas de hoje (terça) estaremos entrando no Santuário, se Deus quiser", disse Angela Maria Nascimento, de 50 anos, que há 37 participa da romaria.

O grupo, este ano, reuniu 555 pessoas, tornando a romaria uma das maiores do Estado. "Fizemos uma caminhada tranquila, sem acidentes, com a proteção da nossa Rainha (Nossa Senhora Aparecida)", contou Angela. O grupo começa a retornar a partir das 14 horas desta quarta-feira, em ônibus fretados. No dia 16, às 10 horas, todos voltam a se reunir para uma missa de ação de graças, na igreja matriz do Jardim Silveira, em Barueri.

Fluxo nas estradas

A previsão é de rodovias lotadas neste feriado. As estradas do programa estadual de concessões rodoviárias terão 720 mil veículos circulando, segundo a Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp). Outros 152 mil veículos deixam a capital pelas rodovias administradas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER). O movimento maior será entre 7 horas e 12 horas.

Entre as federais, as atenções estarão voltadas para a Dutra, principal acesso ao Santuário Nacional de Aparecida, no município de Aparecida. Embora o feriado seja no meio da semana, a previsão é de 300 mil veículos saindo de São Paulo em direção ao Rio de Janeiro.

A Polícia Rodoviária Federal lançou o aplicativo PRF Peregrino para apoiar as romarias e os caminhantes. Entre as informações estão pontos de apoio, rotas, restaurantes e hotéis, além de dicas de segurança durante a caminhada.

Em conjunto com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), a polícia também realiza a fiscalização do transporte fretado para combater o transporte clandestino. Até a manhã desta terça, 11, tinham sido apreendidos 40 veículos e 133 tinham sido autuados.

Dois agentes da guarda civil espanhola e um da guarda portuguesa, com experiência nas peregrinações tradicionais de Fátima, em Portugal, e Caminho de Santiago de Compostela, na Espanha, estão atuando com a polícia federal brasileira no apoio aos romeiros.

A Artesp também desenvolve com as concessionárias uma campanha de orientação aos romeiros em rodovias como a Dom Pedro, a Ayrton Senna e o Rodoanel, que também são usadas para o deslocamento em direção ao Santuário Nacional. Na Ayrton Senna, ciclistas e pedestres estão recebendo coletes refletivos.

Fonte: Notícias ao Minuto