Alunos brasileiros abrem cápsula do tempo com cem anos

Os alunos da Escola Sud Mennucci, em Piracicaba, no estado de São Paulo, abriram uma cápsula do tempo fechada há cem anos.

Mais de 600 alunos puderam ver o que foi colocado numa caixa de cobre em 1922 pelos estudantes da instituição nesse ano. A ideia de guardar um objeto numa parede no interior do colégio durante um século surgiu 25 anos depois de a escola ter sido fundada, relata o site de notícias G1.

"Houve responsáveis por entrevistas com ex-alunos, ex-diretores, ex-professores. Houve pessoas fazendo a maquete da cápsula, realizando um concurso, o logo e muitas atividades de exposição de fotos, de revisão, de conhecimento mesmo sobre a escola, sobre a história da escola. E a questionar o que aconteceu em 1922", conta a diretora da Sud Mennucci, Márcia Vieira.
Os especialistas de um museu da cidade começaram a preparação da abertura da cápsula dois dias antes dos alunos, sendo que foram necessárias mais de três horas para quebrar a barreira de oito centímetros de tijolos para retirá-la no compartimento onde se encontrava.

Na época em que se fechou o objeto, o mercado do café no Brasil estava em crise e as artes passavam por um período revolucionário, onde se questionavam conceitos e lançavam-se novos nomes artísticos.

Fonte: Notícias ao Minuto

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.