Neo Química: Corinthians se aproxima de novo acordo com a Caixa

1373

O Corinthians está muito próximo de homologar um acordo com a Caixa Econômica Federal a respeito da dívida em relação a um empréstimo para a construção da Neo Química Arena.

Para que a situação seja firmada definitivamente, uma reunião foi agendada para esta segunda-feira (20), entre a diretoria corintiana e os membros do Conselho de Orientação do clube alvinegro (CORI). O encontro acontecerá no Parque São Jorge, sede social do Timão.

Foto – Divulgação

Foto – Divulgação

O valor inicial do empréstimo, feito através do BNDES, foi de R$ 400 milhões, mas com juros e correções ele está atualmente em R$ 569 milhões, quantia que também sofrerá alterações por conta do tempo de parcelamento.

Por outro lado, o Corinthians já tem programado para quitação dessa dívida o valor do naming tights, comprado pela farmacêutica Hypera Pharma em setembro de 2020 por R$ 300 milhões – porém, como o pagamento foi parcelado em 20 anos ele deve chegar a R$ 400 milhões por conta das correções monetárias.
No fim de 2020, houve um primeiro acordo entre Corinthians e Caixa, que previa o início do pagamento da dívida no fim deste ano, mas a ideia é que o clube alvinegro ganhe um tempo maior para iniciar os pagamentos, arrastando para o segundo semestre de 2023, ganhando algo próximo a um ano a mais de carência.

Foto – Meu Timão

Foto – Meu Timão

A tendência é que um acerto seja encaminhado nesta segunda-feira (20) com parcelas de pagamentos anuais em 17 prestações, quitando a situação o fim de 2039, mesmo período que a Hypera Pharma encerrará o pagamento do naming rights.

Fonte: Jornal Lance

“O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.
Compromisso com a Verdade, esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.
Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos”.